Connect with us

Esporte

Após dez anos dedicados ao clube, preparador físico deixa o XV de Piracicaba

Avatar

Published

on

Foram mais de dez anos dedicados ao clube, período em que se formou como profissional e evoluiu como pessoa, segundo ele mesmo. Dessa forma, o preparador físico André Ferreira se despede do XV de Piracicaba com a sensação de dever cumprido e parte para um novo desafio. A convite do ex-técnico do XV, Cléber Gaúcho, com o qual fez uma dupla de sucesso no time piracicabano, Ferreira fechou com o Sertãozinho, que também disputará o Paulistão A2 em 2019.

XV de Piracicaba

Foto: XV de Piracicaba.

“É um momento que iria chegar, só não sabia quando, mas tinha que estar preparado. Fui ao vestiário das categorias de formação e passou um filme na cabeça. É difícil, a gente fica arrepiado, porém é a vida do futebol. Recebi esse chamado de um treinador que gosto muito e que possuo uma afinidade muito grande. Acredito que este é o instante de alçar novos voos. Estava precisando disso e chegou a hora”, disse o preparador físico.

Em dez anos aconteceram diversas modificações e, principalmente, evoluções. “Sinceramente, eu mudei 100%, tanto como homem como profissional. É um clube que vou levar para o resto da minha vida. Aprendi desde pequeno, quando vinha ao Barão com o meu pai (o técnico Luiz Carlos Ferreira), a gostar do XV e esse sentimento se intensificou desde quando comecei minha trajetória aqui. Sou torcedor e carrego o time no meu coração”, lembrou.

Ferreira leva diversas experiências consigo. “Eu lembro de muita coisa. Meu primeiro dia na base, meu primeiro dia no profissional, que foi um jogo-treino com a Internacional de Limeira. São só coisas boas. Foram dois acessos, as derrotas que tivemos na Copa Paulista, quando aprendemos bastante, o título da própria Copa Paulista, as disputas no Paulistão A1. Trabalhei com diversos profissionais e isso só me ajudou a evoluir. Por isso, só tenho a agradecer”, falou.

André Ferreira começou no XV de Piracicaba, em 2008, na categoria Sub-15. No ano seguinte esteve na comissão técnica do Sub-17 que chegou à segunda fase do Campeonato Paulista. Os acessos citados pelo profissional foram da Série A3 para a elite estadual, passando pelo título da Série A2, em 2011. Na Copa Paulista, foram três semifinais, sendo duas com o próprio Cléber Gaúcho, em 2013 e 2014, e no ano passado, além da conquista em 2016.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.