Coronavírus Piracicaba (SP): cidade tem mais sete postos de exames PCR-RT para diagnóstico da doença

Três postos já estão atendendo a partir de hoje (13)

Enfermeiros e técnicos de enfermagem do Departamento de Atenção Básica (DAB), da Secretaria de Saúde, foram capacitados ontem (12), no Núcleo de Treinamento do Centro de Vigilância em Saúde (Cevisa), para a realização do teste de PCR-RT, aquele do cotonete, também conhecido como Swab, capaz de diagnosticar a Covid-19 na fase inicial da doença, do terceiro ao sétimo dia de sintoma.

Foto: Prefeitura de Piracicaba

Desde o início da pandemia, em março de 2020, o teste vem sendo realizado apenas no Centro de Triagem do Coronavírus, na UPA Piracicamirim. A partir de hoje (13), mais três postos de saúde vão oferecer o mesmo serviço: CRAB Vila Cristina, CRAB Mário Dedini e UBS Caxambu. CRAB Cecap e UBS Centro começam na semana que vem e outras duas unidades serão definidas por esses dias, acelerando assim o diagnóstico da doença e seu tratamento.

Para o secretário de Saúde, Filemon Silvano, a descentralização dos pontos para a realização do teste é fundamental. A população não precisará mais se deslocar para muito distante de sua residência para saber se está ou não com a Covid, o que melhora o serviço público e reduz o risco de contágio do novo coronavírus.

“Além da UPA, que continuará com o serviço, um posto em cada região da cidade amplia e qualifica o atendimento, que se torna mais rápido e eficaz, reduzindo o potencial de disseminação do vírus decorrente da circulação do paciente pela cidade”, explicou. Ele disse também que o paciente com sintomas precisa de um atendimento mais próximo, por estar debilitado.

Estão previstos 20 testes por dia em cada unidade, equivalente 140 coletas diárias. As unidades funcionarão de segunda a sexta-feira, das 13h30 às 15 horas, sob agenda, conforme protocolo definido pelo DAB. O município já comprou os insumos necessários à ação: avental impermeável, gorro, face shield, óculos, luvas e tesouras. O Kit de exame (tubo, cotonete e gelox) foram encaminhados pelo Ministério da Saúde. O almoxarifado da Secretaria de Saúde conta com 15 mil kits para a fase inicial.

Após a coleta, o material é encaminhado ao Laboratório Municipal, que cadastra o paciente no sistema de controle e o resultado do exame pode ser visualizado pelo aplicativo da Vigilância Epidemiológica, no site saude.piracicaba.sp.gov.br. A logística de transporte do material coletado ficará ao encargo do Sistema de Transportes Internos da Secretaria de Saúde (SITSS).

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também