Coronavírus: Estado de SP voltará para fase vermelha durante o Natal e Ano Novo

Governo irá permitir apenas serviços essenciais entre os dias 25 a 27 de dezembro e 1 a 3 de janeiro

Na tarde desta terça-feira (22), foi informado que todo o Estado de São Paulo irá regredir para a fase vermelha, a mais restrita do Plano São Paulo, entre o Natal e Ano Novo. A decisão do governo é para evitar a disseminação do novo coronavírus durante as comemorações de fim de ano.

Segundo informações divulgadas, entre os dias 25 a 27 de dezembro e 1 a 3 de janeiro, só poderão funcionar serviços essenciais, como supermercados, padarias e farmácias. Outros tipos de estabelecimento, como comércio em geral, bares e restaurantes, não poderão funcionar no período.

As novas regras foram determinadas durante uma reunião do Centro de Contingência no Palácio dos Bandeirantes entre o governador João Doria (PSDB) e auxiliares do governo.

“Não estamos no momento de festas nem de aglomerações. É nesses momentos que esse risco de descontrole da pandemia acontece e o mundo inteiro agora está aplicando medidas específicas nesse momento”, disse Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado.

Foi determinado ainda que a região de Presidente Prudente, no interior do estado, ficará por tempo indeterminado na fase vermelha por superar o nível de 80% de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O restante do Estado deve retornar para a atual fase amarela após o período previsto. De acordo com o governo, a próxima classificação do plano de contingência será divulgada no dia 7 de janeiro. 

Informar Erro
Leia também