Caso Isis Helena: áudio sugere que mãe encontrada morta sofria ameaças na cadeia

Jennifer, acusada de ter matado a filha Isis Helena, foi encontrada morta na cadeia no dia 22 de fevereiro

Jennifer Natalia Pedro, acusada de matar a filha Isis Helena, que na época do crime tinha um ano e dez meses, foi encontrada morta na cadeia no dia 22 de fevereiro. O crime aconteceu em março de 2020 e gerou comoção em todo o Brasil. O PIRANOT acompanhou o caso do início ao fim, confira todas as notícias clicando aqui.

Foto: Gazeta Itapirense

A criminosa foi encontrada morta em uma cela na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 de Tremembé (SP). A suspeita inicial é de que ela tenha cometido suicídio.

O Cidade Alerta conversou, com exclusividade, com a mãe de Jennifer. Ela revelou um áudio que sugere que a filha estaria sofrendo ameaças dentro da cadeia.

Ela também revelou que o corpo de Jennifer possuía diversos hematomas nos joelhos e braços, e que a marca no pescoço não se assemelha ao de um suicídio, como foi dito pelos funcionários da penitenciária.

Confira a matéria completa do Cidade Alerta clicando aqui.

Informar Erro
Leia também