Caso Henry | Polícia faz busca e apreensão na casa dos pais e padrasto do menino nesta manhã (26)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro (RJ), faz buscas e apreensão nesta manhã (26), buscando sanar o caso Henry. Os alvos são o engenheiro Leniel Borel de Almeida, à professora Monique Medeiros da Costa e Silva e ao médico e vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (Solidariedade). Eles são, respectivamente, o pai, a mãe e o padrasto de Henry Borel Medeiros, de 4 anos, morto na madrugada do último dia 8.

Foto: Reprodução

Segundo o que se sabe até este momento, o mandado de busca e apreensão está sendo cumprido na manhã de hoe (26) e, até ás 07h30, ninguém havia sido preso. Notebooks e celulares dos três citados foram apreendidos.

Além dos mandados de busca e apreensão, a Justiça também deferiu as quebras de sigilos telefônicos e telemáticos de Leniel, Monique e Jairinho, além da interdição do imóvel np Condomínio Majestic, na Barra, onde o menino estava, por 30 dias.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também