Connect with us

Educação

Conheça as cinco melhores e piores escolas de Rio Claro segundo dados do Enem

Avatar

Published

on

Felipe Gonçalves – PiraNOT Rio Claro

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) divulgou, nesta segunda (22), as notas por escola do ano passado do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM de 2013.

O ENEM é composto por quatro provas (ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática), além de uma redação argumentativa. A prova é utilizada para avaliar a qualidade do ensino médio no país (por meio de uma escala de 0 a 1000), e possibilita ao estudante, a oportunidade do ingresso a universidades públicas e privadas

.

Notas em Rio Claro (SP):

Segundo o cálculo feito pelo PiraNOT, com base nos dados divulgados pelo INEP, a escola com média geral mais alta de Rio Claro é o colégio privado Koelle, que obteve nota média 650, 406 (cerca de 65% do exame). A pior nota foi da escola estadual Nelson Stroili, com 454, 178 pontos, cerca de 45% do exame.

Confira as 10 melhores escolas segundo ranking com as notas do ENEM:

1 – Colégio Koelle, particular, nível socioeconômico muito alto – nota: 650, 406

2 – ETEC Armando Bayeux, pública, nível socioeconômico alto – nota: 607, 434

3 – Colégio Objetivo, particular, nível socioeconômico alto – nota: 593, 99

4 – Colégio Claretiano, particular, nível socioeconômico muito alto – nota: 588,124

5 – Colégio Puríssimo, particular, nível socioeconômico alto – nota: 582,806

6 – Colégio COC, particular, nível socioeconômico alto – nota: 577, 708

7 – SESI Centro Educacional, particular, nível socioeconômico alto – nota: 541,54

8 – Eduq, particular, nível socioeconômico alto – nota: 537,176

9 – Colégio Alem, particular, nível socioeconômico alto – nota: 528,306

10 – Michel Antônio Alem, pública, nível socioeconômico médio – nota: 521,564

Veja gráfico info-ilustrativo:

10 melhores escolas de rio claro

Confira as 5 piores escolas segundo ranking com notas do ENEM:

1 – Nelson Stroili, pública, nível socioeconômico médio baixo – nota: 454,178 (abaixo de 50%)

2 – José Fernandes Professor, pública, nível socioeconômico médio – nota: 481,628 (abaixo de 50%)

3 – Chanceler, pública, nível socioeconômico médio – nota 491,642 (abaixo de 50%)

4 – João Batista Leme, pública, nível socioeconômico médio – nota 494,898 (abaixo de 50%)

5 – Marciano, pública, nível socioeconômico médio – nota 503,49 (pouco acima de 50%)

O cálculo aritmético realizado pela reportagem foi feito com dados e informações cedidas pelo INEP (notas de Ciências Humanas + Ciências da Natureza + Linguagens e Códigos + Matemática + Redação / 5), em seu portal online. Para mais notícias de Rio Claro conheça e curta nossa fan page no face book onde só tem notícias da cidade clicando aqui.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.