Após discussão, jovem é morto com facada no peito

- PUBLICIDADE -

Um homicídio qualificado por motivo fútil foi registrado no início da noite deste domingo (18), em Charqueada (SP).

De acordo com informações apuradas e registradas em Boletim de Ocorrência, policiais militares foram acionados via COPOM (Central de Operações Policias Militares), por volta das 18h47 deste domingo (18), para comparecerem ao Hospital Municipal de Charqueada, onde um indivíduo havia dado entrada após ser atingido por arma branca.

Chegando ao local, os policiais puderam constatar que a vítima, um jovem de 23 anos, não resistiu aos ferimentos e foi a óbito pouco tempo depois.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com informações a respeito do autor da facada, os policiais militares localizaram a mulher do criminoso, a qual permitiu a entrada deles na residência do casal. Na casa, foi localizada e apreendida a arma do crime, uma faca com 18 centímetros de lâmina, bem como o autuado. Ele confessou informalmente aos policiais o crime e recebeu voz de prisão. O criminoso foi identificado como sendo C.C e possui 39 anos.

Na delegacia, o indiciado se manifestou dizendo que foi agredido com um tapa no rosto e afirmou que a vítima era traficante e estava armado, por isso desferiu uma única facada para se defender. Contrária a sua versão, o exame médico realizado não constatou qualquer lesão corporal. Os policiais verificaram ainda que não havia nenhum hematoma aparente em seu rosto.

Em depoimento, as testemunhas afirmaram que houve uma discussão, mas que a vítima em momento algum agrediu C.C e não portava arma de fogo. Uma das testemunhas afirmou ainda que presenciou C.C portando uma arma de fogo e uma faca.

A discussão, segundo o que consta no Boletim de Ocorrência, começou por conta de uma dívida de corte de cabelo. C.C devia à vítima o valor do serviço prestado e, durante a discussão, desferiu a facada na região torácica esquerda do jovem.

O criminoso está detido na carceragem do Plantão Policial de Piracicaba e será encaminhado ao CDP (Centro de Detenção Provisória).

O Jornal PIRANOT volta mais tarde com a identificação da vítima e informações do sepultamento.

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir