A história da loteria no Brasil

Se você quer saber um pouco da história da loteria no Brasil, você está no lugar certo. Neste artigo, tentaremos explicar a você como os consagrados jogos de hoje (como Mega-Sena, Lotofácil, Quina, etc) surgiram.

A história da loteria no Brasil

Há quem diga que os famosos “jogos de azar” existem desde a época do Brasil império.

A título de curiosidade, a primeira loteria do Brasil surgiu em 1784, na cidade de Vila Rica, na época capital do estado de Minas Gerais. Era algo elencado ao governo, tanto que a renda desses tipos de jogos eram usadas, na época, para construir santas casas, orfanatos, cadeias e até hospitais. Somado a isso, havia também a questão da geração de empregos.

Com base em todos esses pontos positivos que os jogos traziam ao cenário local, eles acabaram expandidos para todo o território nacional em pouco tempo. A primeira regulamentação do jogo aqui no Brasil foi feita pelo imperador Dom Pedro II.

Mais tarde, já com a consagração das loterias nas mais importantes capitais do país, quem estava sob seu comando de 5 anos, eram empresas terceirizadas concursadas pelo Estado, sendo que a organização que por mais tempo geriu as lotéricas foi o Grupo Peixoto de Castro.

Por conta desse monopólio, a partir dos anos 60 a administração das loterias Caixa mudaram para o Governo Federal (Caixa Econômica Federal).

Atualmente, as loterias Mega Sena, Quina, Lotofácil, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteria Federal, Loteca e Lotogol são todas legalizadas pelo Governo Federal.

A primeira loteria a integrar a Caixa foi, em 1962, a Loteria Federal. Seu primeiro sorteio ocorreu em setembro deste ano, no Estado do Rio de Janeiro. Em seguida, no ano de 1966, veio a Mega-Sena, onde seu primeiro sorteio ocorreu em março deste ano. Foi um sorteio que não saiu para ninguém, e, por conta disso, acabou acumulado.

Poucos anos depois, em 1970, veio a Loteca (a antiga Loteria Esportiva).

Atualmente quem administra todos esses jogos é a Caixa Econômica Federal. Uma parte da arrecadação vai, logicamente, ao ganhador do sorteio (se houver), enquanto que uma outra porcentagem vai para outras áreas do Governo Federal, como Fundo Nacional da Cultura, Comitê Olímpico e Paraolímpico Brasileiro, FIES e Fundo Penitenciário Nacional. Isso significa que, apostando nas loterias Caixa, você está automaticamente contribuindo com outros setores do Governo.

Se eu ganhar na loteria, quanto tempo tenho para retirar meu prêmio?

O jogador que acertar todos os seus números e faturar o prêmio, tem, de acordo com o site da própria Caixa Econômica Federal, 90 dias para a retirada do prêmio.

Informar Erro
Leia também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Prosseguir Mais detalhes