Após ataque a agência bancária de Botucatu, PM apreende fuzis e metralhadoras

A Polícia Militar informou, nesta quinta-feira (30), que oito fuzis e uma metralhadora foram apreendidos após o ataque criminoso a uma agência bancária de Botucatu, ocorrida na madrugada desta quinta. As diligências prosseguem nos próximos dias a fim de capturar todos os integrantes da quadrilha.

- Continue depois da Publicidade -

Foto de materiais apreendidos pela Polícia Militar
Foto: Polícia Militar.

A ação criminosa começou na noite desta quarta-feira (29), quando cerca de 30 criminosos armados e com coletes a prova de balas invadiram uma agência bancária no centro de Botucatu e a destruíram com o uso de explosivos. Outras duas agências também foram danificadas. Equipes do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), bem equipadas e preparadas, realizaram uma rápida intervenção, frustrando a ação dos criminosos. Policiais de batalhões de áreas vizinhas e do 1º, 3º e 4º Batalhões de Policiamento de Choque também auxiliaram.

O grupo fugiu do cerco policial e, imediatamente, agentes das polícias militar e civil deram início um intenso patrulhamento por toda a região. Parte dos criminosos foi flagrada, na manhã desta quinta, trafegando pela Rodovia Marechal Rondon. Os criminosos foram encurralados e revidaram a ação policial. Um dos suspeitos foi atingido. O indivíduo chegou a ser socorrido ao Pronto Socorro da Universidade Estadual Paulista (Unesp), porém não resistiu e veio a óbito.

Criminosos também atearam fogo em um Toyota/Hilux deixado próximo à sede do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) a fim de tentar impedir a saída das equipes. Outros veículos também foram incendiados com o intuito de bloquear rodovias. Na ação, dois policiais ficaram feridos e tiveram de ser socorridos também à Unesp; eles seguem internados e felizmente sem risco de morte.

- Continue depois da Publicidade -

“As equipes das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica estão, de forma integrada, trabalhando empenhadas para que possamos enfrentar, esclarecer e combater este crime”, destacou o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos.

Apreensão

Até o momento, foram apreendidos sete fuzis calibre 762, um calibre 50, uma metralhadora 9 mm, sete veículos, dois coletes balísticos, um malote de dinheiro e um rádio comunicador. Ainda foram recolhidos 17 artefatos explosivos improvisados, dois cartuchos de emulsão e três granadas. Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram acionadas para destruição dos materiais.

Policiais da 5ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Furtos e Roubos a Bancos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), foram acionados e se deslocaram até o município para prestar apoio aos agentes da Delegacia Seccional de Botucatu.

A ocorrência segue em investigação pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) do município. As diligências para captura dos envolvidos seguem com o empenho de mais de 200 policiais e 70 viaturas de diversas unidades territoriais e especializadas da Polícia Militar.

Informar Erro

- Continue depois da Publicidade -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir