Fluminense contraria prefeito do Rio e nega contato por volta do futebol

- Continue depois da publicidade -

A diretoria do Fluminense, por meio de nota oficial divulgada na tarde desta segunda-feira (25), voltou a garantir que não teve contato algum com a Prefeitura do Rio de Janeiro ou com o prefeito carioca, Marcelo Crivella (Republicanos). O time tricolor, que é contra o retorno das atividades, afirmou que não discutiu a “volta do futebol ou para qualquer outro assunto”.

Fluminense contraria prefeito do Rio e nega contato por volta do futebol
Foto: Divulgação/Lucas Merçon

Em reunião realizada no domingo (24) entre Crivella, a Ferj (Federação de Futebol do Rio) e os clubes, ficou definido que os treinos poderão voltar em parte a partir desta terça (26), exceto os chamados “rachão” e “coletivo”, que só vão estar liberados em junho. Houve ainda uma discussão sobre a possibilidade de o Campeonato Carioca ser retomado em 14 de junho.

Botafogo e Fluminense não enviaram representantes ao encontro. O prefeito do Rio disse, no entanto, em coletiva nesta segunda, que ambos aceitaram o plano de retomada por meio de contatos telefônicos, o que o clube tricolor negou mais tarde.

“O Fluminense vem a público esclarecer que não fez nenhum contato telefônico com a prefeitura e tampouco com o prefeito, seja para tratar da reunião em que se discutiu a volta do futebol ou para qualquer outro assunto”, diz o comunicado.

Mario Bittencourt, presidente do clube das Laranjeiras, já havia feito duras críticas na noite de domingo a tais movimentações em prol do retorno do futebol. Ele chegou a dizer que treino de fisioterapia com bola, o que foi liberado por Crivella, era algo “para inglês ver” e, na verdade, se tratava de aval para que os treinos ocorressem.

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir