“SBT Memória” relembra hoje a trajetória do “Aqui Agora”, um pioneiro

aquiagoraA partir de hoje – semanalmente e durante os próximos três meses – você fará uma “viagem no tempo”. Os programas que marcaram época da emissora de Sílvio Santos estão aqui no SBT Memória – coluna de Daniel Yahir publicada no Blog Oficial (www.danielyahirtv.blogspot.com) e no site Piracicaba Notícias (www.piranot.com) .

Começando por ordem alfabética… AQUI AGORA – ” Um jornal vibrante… Uma arma do povo , que mostra na TV a vida como ela é !”

Inspirado em um telejornal argentino da Telefé – e utilizando inclusive o mesmo tema de abertura – Aqui Agora seguia a linha popular. Na primeira versão – apresentada por Ivo Morganti e Christina Rocha – trazia principalmente casos policiais. Gil Gomes, Wagner Montes e Jacinto Figueira Junior (o “Homem do sapato branco”) eram responsáveis por matérias polêmicas e arriscadas como perseguições ao vivo, sequestros e tiroteios.

Para “quebrar” um pouco o clima violento Nelson Rubens (sim… o fofoqueiro do “Ok Ok, eu aumento mas não invento) contava as notícias das celebridades; Cinira Arruda tinha sempre uma “palavra amiga”; Madalena Bonfliglioli mostrava histórias de “cortar o coração”; Celso Russomano era o “advogado do povo” com seus casos de defesa do consumidor; e Felisberto Duarte, o Feliz, informava a previsão do tempo sempre com muito bom humor .

Essa “mistureba” de estilos em um único jornal durou de 20 de maio de 1991 a 06 de dezembro de 1997 – já que a audiência começou a cair.

Em 26 de fevereiro de 2008 volta ao ar com Christina Rocha e novos apresentadores: Luiz Bacci, Joyce Ribeiro e Herberth de Souza. A audiência era de 4 pontos de média – considerada baixa por Sílvio Santos, dono do SBT. Para se ter uma idéia a série mexicana Chaves sempre superava a marca dos seis pontos e programas como “Passa ou Repassa” chegavam a dez de média.

Foi feita ainda uma última tentativa de alavancar o Ibope, trocando os apresentadores por César Filho e Analice Nicolau. Como não houve diferença significativa na audiência o noticiário saiu do ar definitivamente sem aviso prévio e maiores explicações em 11 de abril de 2008.

De tempos em tempos surgem boatos sobre uma possível volta. Ratinho e Datena já foram sondados para comandar uma nova versão, mas recusaram. Resta então a lembrança do tempo áureo do Aqui Agora que, gostem ou não, trouxe um novo estilo de se fazer telejornal no Brasil.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também