Connect with us

Big Brother Brasil

Tristeza: Mariza deixa o “BBB15” com 50,22% dos votos do público

Junior Cardoso

Published

on

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Um dos Paredões mais acirrados do BBB15 chegou ao fim. Cézar e Mariza se enfrentaram na berlinda e, nesta 9ª Eliminação, quem dá adeus à disputa pelo prêmio de R$ 1,5 milhão é Mariza. A professora de artes é acompanhada por todos os confinados até a saída da casa mais vigiada do Brasil.

Bial faz seu discurso aos emparedados: “No tempo da maldade a gente ainda não tinha nascido. Meu nome é Cézar Lima. Nasci no BBB1. Da pobreza, trouxe a cede de instrução. A língua é minha cachaça. Refugio-me na solidão. Tenho medo. Tenho medo e meu nome é Mariza Moreira. Acredito sim que a gente é obrigado a ser feliz. Busco a me encontrar no outro. Renasci com meus filhos. Enquanto cresciam, me esquecia. Já não tens medo, vem me dê a mão, Mariza”.

.

Relembre a trajetória de Mariza no jogo:

.

Nona eliminada do BBB15, Mariza não resistiu ao seu terceiro Paredão, contra Cézar. Em sua primeira berlinda, a professora de Artes recebeu pouquíssimos votos do público, menos de 2%, e ouviu do apresentador Pedro Bial um discurso de permanência na casa. No Paredão seguinte, também triplo, o 5º desta edição, a pernambucana foi a mais votada na casa e duelou contra Angélica e Luan. Nessa disputa, a auxiliar de enfermagem foi eliminada e Mariza garantiu mais uma semana na casa mais vigiada do Brasil.

Na primeira semana na casa, a integrante mais velha surpreendeu a todos ao aguentar firme e forte a prova de resistência. Após 18h de disputa, Mariza foi a última a sair do carro e se tornou a primeira Líder do programa. Durante a disputa,Adrilles, Francieli e Tamires acordaram em deixar a liderança para a professora de Artes, caso fossem o último grupo a continuar na disputa. Em seu decreto, a rainha pediu a cabeça de Douglas e justificou: “Procurei, dentro do meu senso de justiça, coisas concretas”.

Com a batata assando e sendo alvo de todos na casa, a professora recebeu uma imunidade do Grupo Tá com Nada na formação do 2º Paredão e acabou brigando feio com Adrilles: “Você não me dê mais, que eu não preciso disso”. Apesar dos constantes desentendimentos, o poeta foi seu grande companheiro de conversas. O brother brincou com a volta da sister do primeiro Paredão: “Se a Mariza saísse, eu não teria um interlocutor”.

Diretor, editor chefe e jornalista do PIRANOT. Começou a trabalhar em 2007, aos 14 anos, quando lançou seu primeiro blog na internet. Em 2011, criou o PIRANOT e fez parte, por três anos, de um programa da extinta TV Beira Rio. Estudou jornalismo na UNIMEP e assessoria de imprensa no SENAC. Fez estágio na Câmara de Vereadores e teve passagens por duas rádios de Piracicaba.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.