Connect with us

Big Brother Brasil

Com 94,26% dos votos, Patrícia é a 7ª eliminada do BBB18

.

Published

on

A sister Patrícia foi a mais nova eliminada do BBB18 na noite de ontem (13), com 94,26% dos votos. Dado o alto número de votos recebido pela funcionária pública, podemos até falar em rejeição.

Aliás, a saída de Patrícia é a segunda maior rejeição de toda a história do Big Brother Brasil, perdendo apenas para a eliminação de Aline, ainda na 5ª edição do reality show da Rede Globo.

Foto: Reprodução / Rede Globo.

Os brothers Diego e Caruso — que enfrentaram a berlinda com a sister — receberam 3,32% e 2,44% dos votos respectivamente. Livres deste paredão, ambos seguem na disputa pelo prêmio de R$ 1,5 milhão de reais.

“É muito raro existir um consenso sobre determinado comportamento. Com tanta gente vendo, aumenta ainda mais essa dúvida. Vocês se questionam se estão fazendo as coisas certas. Aí lembrei do Dom Quixote, que lutava contra o moinho de vento. O Sancho Pança falava que era apenas um moinho, e não um monstro. Eu acredito que essa pessoa não faz por mal, ela acreditou e viu um moinho de vento. O difícil é as pessoas enxergarem a mesma coisa que você”, comentou o apresentador Tiago Leifert, pouco antes de anunciar a eliminação de Patrícia.

Após a eliminação

“Saí leve, achando que fiz o que era melhor. Se errei lá dentro, ninguém pode me julgar”, comentou Patrícia, já após a sua eliminação, para o programa “Rede BBB”, apresentado por Vivian Amorim. “Acho que ter combinado voto e indicado a Gleici para o paredão não foi uma boa. Não posso julgar, a torcida dele fez o certo. Mas no fim, eu não coloquei ela, eu indiquei a Paula, mas sofri com isso”.

A sister também aproveitou para fazer um apelo ao público. “Vá para a Internet e veja todos os capítulos, porque ao perder um, você deixa de entender algo. Procure tudo para assistir antes de criticar, veja tudo o que aconteceu”.

Rafael é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.