Jornalistas e apresentadores da Globo se dizem ‘abandonados’ por sindicato, entenda o caso

Cerca de 150 jornalistas da Globo São Paulo, entre eles Caco Barcellos fizeram um abaixo assinado e encaminharam para o Sindicato dos jornalistas de São Paulo nessa Segunda-feira (21).
Segundo o que apurou o PiraNOT, os jornalistas reclamam de serem alvo de manifestantes e policiais e questionam a falta de ação do sindicato da categoria. Eles se dizem “abandonados”.

Vale lembrar que durante a cobertura dos protestos em todo o Brasil, os jornalistas da Globo não poderão usar identificações desde uniformes, crachás e microfones com canoplas com o logo da emissora uma vez que eles ao serem reconhecidos pela multidão acabavam sendo expulsos.
Em muitos casos, a Globo teve que usar câmeras domésticas para filmar os acontecimentos nas ruas.

Jornalistas não só da emissora dos Marinhos mas como também da Record e do SBT foram escoltados por seguranças para garantir a integridade física dos mesmos. As emissoras tinham medo de que os manifestantes agredissem os repórteres assim como fizeram com os seus carros.

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Prosseguir Mais detalhes