Em busca de Ibope, Record manda Rodrigo Faro fazer sensacionalismo aos Domingos

Visando a busca por audiência e após uma revolta de fiés da Universal, a Record decidiu por um fim num dos maiores sucessos, talvez o único, de Rodrigo Faro no seu “O melhor do Brasil” e anunciou o fim dos quadros “Dança gatinho” e “Vai dar namoro”.

No espaço de cerca de 2 horas que o quadro de namoro vai deixar, a emissora pretende preencher com outros de assistencialismo, assim como fazia o Gugu.
A Record entende que assistencialismo tem a cara de domingo e por esse motivo Faro vai passar a distribuir sonhos.
Lá se vão casas, carros, apartamentos e tudo o que se poder imaginar.

Mas engana-se quem pensa que com essa drástica mudança no formato do programa a emissora vai conseguir alavancar a sua baixa audiência, talvez até piore uma vez que o Gugu há anos com o sensacionalismo todo que fez com os quadros “De volta para o meu aconchego” e “Sonhar mais um sonho”, sofreu imensas dificuldades para vencer o SBT e chegava a ser derrotado pela Band.

Mas, além da busca por audiência, a extinção dos quadros acontece depois de uma revolta dos fies da igreja Universal, dona da emissora que considera que ambos eram vulgar demais para uma emissora comprada e mantida com o dinheiro do dizimo deles.

Enquanto isso, o apresentador novato aos Domingos vê sua carreira ir para o ralo igual Ana Hickmann e se estressa quando a imprensa fala que ele não está bem.
A verdade é que a Record precisa de uma melhor administração. Pessoas que sabem fazer TV, que gostem e entendam a lógica e a cabeça do telespectador.

Fazer sensacionalismo quando ninguém quer ver é um tiro ao mar no escuro. Ou seja, não tem sentido e nem cabimento.
Faro vai sofrer mais derrotas para a Eliana e talvez perca seu espaço aos Domingos. Quem sabe dai ele aprende a ser apresentador e não ator, pois sua atuação durante a apresentação do programa é algo que irrita e o afasta do público.
Falta verdade no apresentador. É muito ator para um programa, ou aquilo é uma novela?

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Prosseguir Mais detalhes