“Secret” mostra o quanto a sociedade é inconsequente

editorial
Hoje (12), quando andava pela casa, na madrugada, fechando alguns destaques que vão ser publicados pelo PiraNOT durante a manhã e começo de tarde, parei para pensar no aplicativo “Secret”, e fiquei maginando o que mais falta para ser lançado e pior, até onde nós seres humanos vamos ser expostos pela tecnologia que nós mesmos alimentamos?

Para quem ainda não sabe, o aplicativo é usado através de uma conexão com o facebook que conecta de forma anônima amigos da pessoa A com a B permitindo com que seus usuários expressem sentimentos, opiniões e revelem assuntos que até então, poucos ou ninguém sabia. Os seus criadores imaginavam que essa ferramenta seria uma forma de ajudar o combate ao bulling e da depressão fazendo com que pessoas tivessem espaço reservado e secreto para desabafar e revelar o que vem sentindo para os seus amigos, mas no Brasil o efeito foi na contra-mão do imaginado como noticiamos ontem.

Difamações, fotos de pessoas nuas, baixaria em geral, fofocas, brigas e tudo que demais escroto que possa existir foi parar nessa nova rede social estranha e abusada.

Pois é, se eu ainda tinha dúvida do que ainda faltava ser lançado, o “Secret” me surpreendeu, assustou e deixou apavorado. O que mais daqui para frente será lançado? Será que num futuro, não muito distante, vamos ter aplicativos que consigam enxergar o que acontece atrás de paredes, aplicativos que invadam os nossos pensamentos e os espalhem aos quatro ventos?

É assustador pensar nisso, mas as redes sociais mostram que tudo é possível. Como uma bomba os novos aplicativos vem sendo usados pela sociedade dia-dia sem pensar em suas consequências. O que antes era intimo agora não é mais. Será que isso é saudável? Até onde devemos leva-lo ao nosso cotidiano? Perguntas que não calam, mas que geram em nós um pedido á sociedade: “Vamos ser menos inconsequentes” e pensar nas nossas atitudes.


PiraNOT, 12 de Agosto de 2014.

JUNIOR CARDOSO
Editor chefe responsável
[email protected]

Informar Erro
Leia também