Connect with us

Cinema

“Oz, mágico e poderoso” é uma boa pedida para esse fim de semana

Junior Cardoso

Published

on

Olá meus amigos,
Como vão?

Hoje, quero dar á vocês uma dica muito legal de filme.
Na semana passada, meu amigo e eu fomos ao cinema e na dúvida escolhemos para assistir o filme infantil, “Oz, mágico e poderoso” e posso garantir que os R$18,00 que paguei para assistir em 3D valeram a pena.

O filme conta a história de Oz, um mágico de um circo pobre e falido que após iludir o coração de uma garota, cujo pai era muito bravo, foge do circo para continuar vivo.
Na fuga, Oz usa um balão que em meio á uma tenpestade acaba entrando dentro de um furacão e cai em uma terra linda e mágica.

Lá ele conheçe teodora, irmã da bruxa má que matou o Rei. Até então, a morena, linda não sabe que a irmã é a vilã da história e acredita que a filha do Rei era a verdadeira assassina.

Teodora conta para Oz sobre a lenda da cidade dita pelo Rei antes de morrer.
Segundo a lenda, um mágico cairia do céu e salvaria o povo contra ás bruxas.

Oz, fica assustado de inicio, mas depois de tomar conhecimento sobre a recompensa que ganharia por salvar o povo, aceita lutar contra ás bruxas.
Na ida em busca da bruxa, Oz descobre que na verdade a vilã não é a princesa e sim a irmã de Teodora.

A princeza conta a verdade para Oz que aceita acabar com o reinado das bruchas.
Teodora, com ciumes de Oz, descobre que sua irmã é a vilã e muito magoada amorosamente, ela se transforma em uma bruxa velha e feia.

Teodora passa a partir de então a querer destruir a princesa, seu povo e Oz.
O falso mágico, mesmo sem poder, monta um esquema para poder salvar o povo através de técnicas de ilusionismo.
Com a ajuda de uma multidão, as bruchas são expulsas do castelo e a princeza e Oz, apaixonados se casam no final.

Tudo isso é retratado em cenas maravilhosas de ação, muito bem produzidas e pensadas.
Um ótimo filme para crianças e para adultos que curtem animações.

Vale a pena conferir o filme nos cinemas.
Confira a baixo o trailer e deixe sua opinião.

Diretor, editor chefe e jornalista do PIRANOT. Começou a trabalhar em 2007, aos 14 anos, quando lançou seu primeiro blog na internet. Em 2011, criou o PIRANOT e fez parte, por três anos, de um programa da extinta TV Beira Rio. Estudou jornalismo na UNIMEP e assessoria de imprensa no SENAC. Fez estágio na Câmara de Vereadores e teve passagens por duas rádios de Piracicaba.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.