Rio Piracicaba amanhece cheio de espuma nesta terça-feira (17)

O Rio Piracicaba amanheceu coberto de espuma nesta terça-feira (17), em Piracicaba. O episódio foi registrado pelo repórter do Jornal PIRANOT.

Embora o problema seja recorrente, não deixa de ser preocupante, visto a mortandade de peixes que geralmente costuma ocorrer. A espuma é causada pelo detergente proveniente do esgoto doméstico. Embora muitas casas hoje sejam adeptas do uso de detergente biodegradável, muitas vezes o produto não é totalmente degradado antes de ir ao rio. Nesse caso, a espuma surge por conta da forte movimentação da água.

A presença de detergente no rio, somada à baixa vazão, configura-se uma grande ameaça à vida aquática no local.

Fotos

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Foto: Wagner Romano/PIRANOT

Mais PIRANOT e PORJUCA para você:

>>> Receba alertas de notícias na tela do seu celular. Instale o app do PIRANOT clicando aqui.
>>> Envie informações e reclamações do seu bairro/cidade. No grupo de interação do PIRANOT / PORJUCA você tem voz. Clique aqui e acesse.
>>> Continue lendo as notícias de Piracicaba acessando, diariamente, o www.piranot.com
>>> Leia o nosso conteúdo nacional acessando nosso novo projeto, o PORJUCA. O endereço é www.porjuca.com
>>> Assista aos vídeos das nossas reportagens no Youtube: clicando aqui.
>>> Nós estamos no Twitter. Clique aqui e nos siga! (@piranot_porjuca)

Por | 17/07/2018|

Voluntários fazem arrastão e retiram 613 pneus do Rio Piracicaba

Neste final de semana, 613 pneus foram retirados do Rio Piracicaba num grande mutirão de voluntários. O Arrastão Ecológico foi promovido pela Associação dos Pescadores Esportivos do Rio Piracicaba e Afluentes (Aperp) e teve participação de integrantes do Tiro de Guerra e demais voluntários.

De acordo com o encarregado do Setor de Resíduos da Sedema (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente), foram necessários nove funcionários para carregar o caminhão nesta segunda-feira (16). O entulho totalizou 12 toneladas e foi preciso duas viagens para que tudo fosse devidamente transportado à recicladora.

Os trabalhos de limpeza do Rio Piracicaba são praticados com frequência. Nessas ocasiões, a Prefeitura conta com apoio da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros para que acidentes com os trabalhadores sejam evitados. Nesses períodos de estiagem, o trabalho de retirada de entulho se torna mais fácil, visto que todo o lixo acaba aparecendo às margens do rio por conta da baixa vazão de água.

540 mil pneus foram retirados do rio de 2013 a 2017, sendo 91.014 pneus retirados apenas no ano passado.

Descarte de pneus

É preciso conscientização: não jogue entulhos no Rio Piracicaba. A cidade possui locais apropriados para esse tipo de descarte. Pneus sem utilidade podem ser levados à Central de Resíduos, localizada na Avenida das Ondas, bairro Ondinhas. O descarte na central é totalmente gratuito.

Fotos

piracicaba

Foto: Prefeitura de Piracicaba.

piracicaba

Foto: Prefeitura de Piracicaba.

piracicaba

Foto: Prefeitura de Piracicaba.

Mais PIRANOT e PORJUCA para você:

>>> Receba alertas de notícias na tela do seu celular. Instale o app do PIRANOT clicando aqui.
>>> Envie informações e reclamações do seu bairro/cidade. No grupo de interação do PIRANOT / PORJUCA você tem voz. Clique aqui e acesse.
>>> Continue lendo as notícias de Piracicaba acessando, diariamente, o www.piranot.com
>>> Leia o nosso conteúdo nacional acessando nosso novo projeto, o PORJUCA. O endereço é www.porjuca.com
>>> Assista aos vídeos das nossas reportagens no Youtube: clicando aqui.
>>> Nós estamos no Twitter. Clique aqui e nos siga! (@piranot_porjuca)

Por | 17/07/2018|

Após três meses sem chuva, Rio Piracicaba apresenta vazão baixa

O rio Piracicaba, um dos mais imponentes do Estado e maior ponto turístico da cidade, parece estar voltando ao seu período de seca. Na manhã desta quinta-feira (05), o rio assustava pela grande quantidade de pedras visíveis.

De acordo com dados da rede telemétrica, o rio Piracicaba apresentava 1,02 metro de profundidade às 12h10 desta quinta. Uma hora antes, às 11h, o rio registrava 1,03 metro. Os dados telemétricos indicavam ainda um valor decrescente.

Nesse mesmo período do ano passado, o Rio Piracicaba registrava 1,47 metro de profundidade.

A baixa vazão também tem muito a ver com a escassez de chuva. A região de Piracicaba não registra chuva com mais de dez milímetros há 93 dias. A última ocorreu ainda no começo de abril.

Clima

Segundo dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o município de Piracicaba registrava, para esta quinta-feira, mínima de 14º e máxima de 27º.

A probabilidade de chuva registrada era de apenas 5%.

Fotos

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira/PIRANOT

Mais PIRANOT e PORJUCA para você:

>>> Receba alertas de notícias na tela do seu celular. Instale o app do PIRANOT clicando aqui.
>>> Envie informações e reclamações do seu bairro/cidade. No grupo de interação do PIRANOT / PORJUCA você tem voz. Clique aqui e acesse.
>>> Continue lendo as notícias de Piracicaba acessando, diariamente, o www.piranot.com
>>> Leia o nosso conteúdo nacional acessando nosso novo projeto, o PORJUCA. O endereço é www.porjuca.com
>>> Assista aos vídeos das nossas reportagens no Youtube: clicando aqui.
>>> Nós estamos no Twitter. Clique aqui e nos siga! (@piranot_porjuca)

Por | 05/07/2018|

Zoológico de Piracicaba recebe quatro novos animais

Nesta semana, o Zoológico de Piracicaba recebeu quatro novos animais. São eles um tamanduá-bandeira, um gato-do-mato, um veado catingueiro (todos filhotes) e uma fêmea de lobo guará (com cerca de um ano e meio).

Todos esses animais vieram do Hospital Veterinário da Unesp de Jaboticabal, e de acordo Paula Matias, bióloga do zoológico, todos foram resgatados com ferimentos. “O Hospital Veterinário oferece os primeiros atendimentos, porém eles não possuem recintos para permanência destes animais; por isso, precisam destiná-los a alguma instituição parceira (como é o caso do Zoológico de Piracicaba) para que eles possam ter continuidade no tratamento”, comenta a bióloga.

No local, espera-se que todos tenham uma boa vivência, e, no que concerne ao habitat, tudo está mais do que pronto para recebê-los.

Tamanduá bandeira

Trata-se de uma fêmea filhote de aproximadamente três meses. Ela foi encontrada sozinha numa rodovia da cidade de Jaboticabal com lacerações pela pele. A biólogo do zoológico comentou que o resgate do animal foi de extrema importância, visto que ele não teria condições de sobreviver sozinho. “Ela não sobrevive sozinha, pois deve ser amamentada por pelo menos 8 meses”, comentou. “E após meses sendo tratada em cativeiro, não é possível a reintrodução em vida livre”.

Gato-do-mato

Este animal foi resgatado após ter sido atropelado por uma colheitadeira de cana no município de Taiuva, no interior de São Paulo. Ele sofreu lacerações de pele e fratura em uma das pernas. Hoje, a bióloga afirma que o animal está bem, mas ainda segue em tratamento por conta de uma fratura óssea que sofreu.

Veado-catingueiro

Este animal é novo e tem cerca de quatro meses. “É um animal extremamente dócil, entregue por um civil no Hospital Veterinário”, conta a biológa.

Lobo-guará

A lobo-guará também é jovem e possui cerca de um ano e meio. A “lobinha” foi vítima de um atropelamento em uma rodovia próxima à cidade de Jaboticabal e acabou socorrida pela própria condutora do veículo. O animal possuía lacerações de pele, diversas fraturas ósseas e perda de um canino. De acordo com a bióloga do zoológico, “ela encontra-se em recuperação das diversas lesões, sem possibilidade de reintrodução a natureza”.

Fotos dos animais

Gato do mato. Foto: SEDEMA (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente).

Lobinha. Foto: SEDEMA (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente).

Veado. Foto: SEDEMA (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente).

Tamanduá. Foto: SEDEMA (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente).

Mais PIRANOT e PORJUCA para você:

>>> Receba alertas de notícias na tela do seu celular. Instale o app do PIRANOT clicando aqui.
>>> Envie informações e reclamações do seu bairro/cidade. No grupo de interação do PIRANOT / PORJUCA você tem voz. Clique aqui e acesse.
>>> Continue lendo as notícias de Piracicaba acessando, diariamente, o www.piranot.com
>>> Leia o nosso conteúdo nacional acessando nosso novo projeto, o PORJUCA. O endereço é www.porjuca.com
>>> Assista aos vídeos das nossas reportagens no Youtube: clicando aqui.
>>> Nós estamos no Twitter. Clique aqui e nos siga! (@piranot_porjuca)

Por | 22/06/2018|

COMDEMA tem inscrições abertas para o Prêmio Destaque Ambiental 2018

As inscrições poderão ser feitas até o dia 25 de abril

Foto: Divulgação.

O COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba) está com inscrições abertas para a 19ª edição do Prêmio Destaque Ambiental. O prazo para as inscrições termina no dia 25 de abril.

Inscrição

Os interessados em participar desta edição, poderão acessar o regulamento clicando neste link. Para se inscrever, basta enviar o projeto para o e-mail [email protected] ou entregar uma via impressa (e outra digital) na sede do COMDEMA.

A sede está situada à Avenida Maurice Allain nº 77, bairro da Vila Rezende, em Piracicaba. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 09h às 17h. O telefone do local é (19) 3417-9494.

Quem pode participar?

Cidadãos, empresas, organizações e instituições de ensino que tenham projetos concluídos ou em fase avançada de realização dentro do município de Piracicaba — com qualquer origem de capital, porte e setor de atuação, podem estar participando deste Prêmio Destaque Ambiental 2018.

Os interessados em participar têm de atender aos requisitos definido em regulamento elaborado pelo COMDEMA.

Qual o objetivo deste prêmio?

O objetivo desta premiação é reconhecer, destacar e incentivar as principais iniciativas socioambientais de cidadãos, empresas privadas e públicas, instituições de ensino e do terceiro setor.

O objetivo é premiar projetos voltados às questões ambientais e, principalmente, de proteção ao meio ambiente e à qualidade de vida no município.

Há quatro categorias de premiação:

  • Cidadão (pessoas físicas que realizam projetos voltados à preservação ambiental);
  • Empresa/Organização Pública (comércio, indústria, agronegócio, serviços e cooperativas e órgãos públicos);
  • Terceiro Setor (organizações não governamentais, entidades filantrópicas, fundações e outras formas de associações civis sem fins lucrativos);
  • Instituição de Ensino (escolas públicas e privadas de ensino infantil, fundamental, médio e técnicas, e instituições de ensino superior).

Premiação

A premiação dos vencedores será feita num evento especial agendado para o dia 08 de junho, às 19h, no auditório da ACIPI (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba).

Dúvidas?

Dúvidas podem ser sanadas por telefone, através do (19) 3417-9494; ou então por e-mail, através do [email protected]

Acompanhe o Piranot

Quer saber o que acontece na cidade e região em tempo real? Então, clique aqui e baixe o nosso aplicativo para celular, nós te manteremos informado.

Por | 15/03/2018|

Até abril, país todo poderá estar recebendo alerta de desastres naturais via celular

Até abril deste ano, brasileiros de todo o país já poderão estar recebendo, através do celular, mensagens com alertas de desastres naturais previstos para a região onde moram. A novidade é uma medida preventiva para que as pessoas tenham tempo de agir em casos de desastres naturais.

Além de servir como um aviso, o serviço de alerta via celular aconselhará as pessoas de que maneira elas devem agir em caso de desastre.

O serviço — uma parceria da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) com as operadoras de telefonia — é totalmente gratuito e já vem sendo testado há mais de um ano.

Como as mensagens são enviadas para nossos celulares?

As mensagens são enviadas para nós por meio das Defesas Civis dos estados.

Todos estados brasileiros contam com agentes da Defesa Civil, que fazem, em tempo real, um mapeamento das áreas de riscos.

Quando algum desastre meteorológico estiver a caminho de algum local, eles já começarão a emitir mensagens de aviso.

Primeiro, as mensagens são enviadas ao CENAD (Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres), e de lá é transmitido à toda população por meio das operadoras de telefonia.

Sistema de alerta de desastres naturais:

Até o momento, 1,8 milhão de celulares já estão cadastrados no sistema.

Desde fevereiro, já foram enviadas à população 19.387 mensagens de alerta.

Como eu faço para cadastrar o meu celular e receber as mensagens?

Primeiro, você deve ver se o seu Estado já possui o sistema (confira a tabela abaixo).

Depois, basta enviar o CEP de sua residência por SMS para o número 40199. Pronto! Já está cadastrado!

Para se inscrever, não é necessário possuir crédito nem internet. Além do mais, o serviço é totalmente gratuito.

Testes

Os testes de funcionamento ocorreram em Santa Catarina e Paraná, durante seis meses do ano passado. Por meio de 25 cidades testadas, 500 mil usuários receberam notificações de teste.

Em algumas cidades desses Estados, o alerta de desastre natural chegou ao celular da população três horas antes, dando tempo de todos se prepararem.

Apesar do sistema ser maravilhoso e digno de aplausos, “pode ser que ocorra alguns alertas incorretos”, diz Eduardo Macedo, geólogo do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas de SP). Isso poderá acontecer, pois o foco do alerta é macro, para toda a região, e não micro, para ruas e residências em específico.

Até abril, o país todo poderá estar recebendo alerta de desastres naturais via celular.

O PIRANOT / PORJUCA tem mais notícias. Para continuar lendo, clique aqui e acesse a nossa página inicial.

E não se esqueça também de baixar aqui o nosso aplicativo para celular, só assim você receberá notícias importantes da cidade em tempo real.

Por | 26/01/2018|

Jibóia é encontrada às margens de represa em Brotas, região de Piracicaba

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

Uma cobra de aproximadamente um metro foi achada as margens da represa do Patrimônio, em Brotas (SP). Ela foi capturada por um morador local e devolvida para a natureza, longe dos banhistas.

Segundo Aldair, ex-funcionário do Instituto Butantan de São Paulo, atualmente morador do distrito de São Sebastião, o animal é da espécie jibóia (Boidae) e apareceu tentando atravessar uma rua do local. Ele a pegou com as mãos e levou ao seu habitat natural.

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

De acordo ainda com o morador local, essa espécie de cobra não é peçonhenta, mas ao morder alguém pode machucar e infectar a vítima com bactérias que possuem nos dentes.

O animal pode chegar, quando adulto, a até dois metros de cumprimento.

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

Alerta

Aldair disse para a reportagem que nas últimas semanas tem encontrado diversos animais deste tipo próximo da represa. Um perigo aos banhistas que devem redobrar a atenção no local.

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

Por | 08/01/2018|

Filhote de onça parda é a nova moradora do Zoológico de Piracicaba

Foto: Divulgação

O Zoológico de Piracicaba recebeu ontem (06), um filhote de puma, popularmente conhecido como onça parda, de cinco meses de idade. O animalzinho veio de Belo Horizonte, Minas Gerais, depois de ter sido resgatado de uma queimada. Segundo o diretor do Zoológico, o veterinário Thiago Vilalta, a mãe provavelmente fugiu durante a queimada e se perdeu do filhote.

Vilalta explicou que este filhote, pelo seu histórico, não tem como ser reintroduzido na natureza. “Normalmente, eles aprendem a caçar com a mãe e este animalzinho não teve tempo de aprender e não teria condições de sobreviver sozinho”, disse.

Ainda em Belo Horizonte, o filhote ficou em quarentena, passou por uma bateria de exames e recebeu vacinas. Seu estado de saúde é bom. Ele foi transportado para Piracicaba por um veículo do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

O puma é um animal originário da América do Sul. “Ele é primo do puma americano. Quando os continentes se separaram, ficou o puma americano para lá e nosso puma para cá, mas é o mesmo animal”, informou Vilalta.

O felino está na lista dos animais ameaçados de extinção. “Isso ocorre justamente por ser uma espécie que depende os ensinamentos que são passados pela mãe para que ele possa aprender a caçar e a se alimentar. Na verdade, ele é um gatão, diferente de outros felinos (tigre, leão), que já têm o instinto aflorado. Por isso é comum vê-lo nos arredores das cidades, em busca de presas, como cachorros pequeno, bezerro, galinha e coelho, entre outros animais”, observa.

O pequeno puma e os mais de 380 outros animais, de 101 espécies, do Zoo podem ser vistos amanhã, feriado, já que o espaço fica aberto à visitação. O Zoo fica na avenida Marechal Castelo Branco, 426, Jardim Primavera, e funciona de terça a domingo, das 9h às 16h. Mais informações pelo telefone: (19) 3421-3425.

Por | 07/12/2017|

Depois de temporal, rio Piracicaba sobe um metro

Foto: Rodrigo Morgado / Você no PIRANOT

Após o temporal que caiu em Piracicaba, o rio de mesmo nome da cidade subiu quase um metro em menos de duas horas.

Segundo o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), o manancial encontrava-se às 16h30 da tarde ontem (17), antes da chuva, com 1.33 metros de profundidade e vazão de 49.23 m3/s. O número saltou para 2.3 metros de profundidade e 134.62 m3/s depois de duas horas quando ainda chovia.

Foto: Rodrigo Morgado / Você no PIRANOT

Mesmo sendo números altos, o rio não se encontra perto de nenhum estado de atenção ou alerta.

Às 10h50 deste sábado, a profundidade havia caído para 1.76 metros e a vazão para 80.2 m3/s.

Por | 18/11/2017|

Rio Piracicaba recebe intervenção educadora com atividades culturais e ambientais

Foto: Divulgação

Acontece no próximo sábado, (21), das 16h às 19h, em frente ao Largo dos Pescadores, em Piracicaba, às margens do manancial que dá nome à cidade, a intervenção educadora “Vai Dar Praia”. O objetivo é mostrar como seria o Rio Piracicaba caso suas águas estivessem despoluídas e apropriadas para uso da população, por meio de atividades culturais e ambientais. A participação é gratuita e aberta ao público.

A realização é da OCA (Laboratório de Educação e Política Ambiental), da Esalq/USP, que promove o curso de especialização em Educação Ambiental e Transição para Sociedades Sustentáveis, em parceria com Anônimos da Dança, Articulação Regional de Agroecologia de Piracicaba – ARAPira, Coletivo Piracema, Tempo D Comunicação e Cultura, Empório Produções Culturais, Grupo de Teatro Ronaumrose, Levante Popular da Juventude, Maracatu Baque Caipira, Sindicato dos Trabalhadores da USP – SINTUSP e Vila Feito à Mão.

Foto: Divulgação

O evento reunirá diversas instalações, como varal dos sonhos, slackline e homenagem aos Bonecos do Elias, símbolo da cultura piracicabana. Está programado ainda um mutirão de plantio agroflorestal de frutíferas, danças circulares e regionais, teatro e apresentações musicais. Haverá uma roda de conversa sobre o Plano Municipal de Recursos Hídricos de Piracicaba e hortas urbanas.

“Todos estão convidados para trazer sua voz e seu grito em defesa do Rio Piracicaba e da nossa cidade e região. Todo mundo junto manifestando o desejo por um mundo melhor”, afirma o professor da USP e coordenador da Oca, Marcos Sorrentino.

Por | 18/10/2017|

Capivaras sentem dificuldade em se refrescar no rio Piracicaba

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

O fotografo do PIRANOT, Gustavo Alves de Oliveira, flagrou na tarde desta quarta-feira (27), capivaras tentando se refrestar no rio Piracicaba. A baixa vazão do manancial atrapalhou.

As fotos foram feitas da Avenida Renato Wagner, no bairro São Judas, próximo ao Clube de Campo.

Ao todo, três capivaras tentaram mergulhar no rio, mas devido a pouca água e muitas pedras, encontraram dificuldades para serem cobertas e mergulhar.

Os termometros nesta tarde, em algumas regiões de Piracicaba, chega a 34°.

Veja mais fotos:

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

Foto: Gustavo Alves de Oliveira / PIRANOT

Por | 27/09/2017|

Vereador sugere desconto no IPTU para quem cuida da natureza em Piracicaba

Foto: Divulgação

O vereador Paulo Henrique Paranhos Ribeiro (PRB) reuniu-se com o prefeito Barjas Negri (PSDB), no Centro Cívico, nesta segunda-feira (25), para discutir demandas da população e tratar da proposta, encaminhada pelo parlamentar ao Executivo por meio de indicação, para a implantação, no município, do programa de incentivo e desconto denominado “IPTU Verde”.

De acordo com a indicação enviada para análise do Executivo, o objetivo do “IPTU Verde” é fomentar medidas que preservem, protejam e recuperem o meio ambiente, mediante a concessão de benefício tributário aos contribuintes, incentivando-os ao uso de tecnologias sustentáveis.

Paulo Henrique observou que, “nos últimos anos, muitos debates sobre o desenvolvimento sustentável têm sido realizados, abordando maneiras de suprir as necessidades da atual geração sem comprometer os recursos daquelas que a sucederão”. “O desenvolvimento sustentável busca o uso racional das matérias-primas e dos produtos”, afirmou o parlamentar.

“Nesse sentido, não poderíamos desprezar as edificações que são responsáveis pelo consumo de parcela significativa de recursos naturais. Torná-las sustentáveis é um processo que envolve muitos conceitos, tais como eficiência energética, aproveitamento de luz solar, reuso da água, aproveitamento da água da chuva e escolha de materiais apropriados às condições climáticas, entre outros”, argumentou Paulo Henrique.

Barjas Negri assumiu compromisso junto ao parlamentar de que encaminhará proposta ao Legislativo, sobre o tema, para análise das comissões e dos vereadores.

Por | 26/09/2017|
Carregar mais conteúdo