Piracicaba é destaque no Programa Busca Ativa

Foi apresentado ontem (27), na cidade de São Paulo, os dados do município de Piracicaba sobre o Busca Ativa, realizado por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), entre os meses de outubro e dezembro passado (2013). O Busca Ativa foi apresentado para os técnicos e diretores das Diretorias Regionais do Estado, pela pesquisadora Daniela Cristina Rosseto Caroba e a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Eliete Nunes.
O Busca Ativa é um instrumento de ação preventiva que refere-se à localização, inclusão no Cadastro Único e atualização cadastral de todas as famílias extremamente pobres, assim como o encaminhamento destas famílias aos serviços da rede de Proteção Social.
Foram realizadas 11.680 entrevistas em todas as regiões do município de Piracicaba para um diagnóstico social das principais dificuldades ou privações vivenciadas pela população nos territórios. O município ultrapassou a meta de 10.831 visitas domiciliares, em 7,84%.

Segundo Eliete Nunes, o instrumento foi aplicado de acordo com os dados da SecretariaEstadual de Desenvolvimento Social do Governo do Estado de São Paulo. “A ação objetivou aproximar o Poder Público das pessoas mais pobres do município, que vivem fora de qualquer rede de proteção social, favorecendo assim, o acesso aos serviços públicos. A meta de entrevistas foi especificada conforme estimativa do número de famílias em condição de extrema pobreza, provenientes de fontes oficiais como o Ministério de Desenvolvimento Social, IBGE e Secretaria do Estado”, explica.
Para o prefeito do município de Piracicaba, Gabriel Ferrato, a pobreza não deve ser identificada apenas pela ausência de renda, mas também através de outros indicadores. “A partir do questionário aplicado pelo Busca Ativa, o município contará com o retrato social das famílias, como um diagnóstico das condições de vida da população, onde são verificadas as privações da comunidade local em suas várias dimensões de Saúde, Educação e padrão de vida”.
Durante o processo do Busca Ativa, as regiões mapeadas foram divididas entre os 22 entrevistadores que passaram por processos seletivos e capacitação.
A rede de Proteção Social possibilita o acesso aos direitos sociais básicos e de oportunidades para inclusão abrangendo as políticas de garantia de renda (Bolsa Família, BPC – Benefício de Prestação Continuada, Ação Jovem, Renda Cidadã) e de acesso a serviços (assistência social, saúde, educação, energia, água, segurança alimentar e nutricional, entre outras).

Informar Erro
Leia também