Dieta Low Carb: o que dizem os especialistas

Veja tudo sobre a famosa Dieta Low Carb

- PUBLICIDADE -

Há quase cinco décadas, o médico norte-americano Robert Atkins sugeriu uma dieta baseada na redução significativa de carboidratos e por uma maior aceitação de gorduras. De lá para cá, receitas parecidas começaram a ganhar popularidade ao redor do mundo, especialmente, entre as pessoas que desejam emagrecer rapidamente. Mas, a Dieta Low Carb é segura?

Uma foto de um prato de Dieta Low Carb
Foto: Reprodução

Basicamente, o termo low carb significa “cardápio com pouco carboidrato”. De acordo com o Google, esse tipo de dieta foi a mais buscado em 2017 pelos brasileiros, representando um aumento de mais de 900% em comparação com o ano anterior. Todavia, ainda não há um consenso entre os especialistas sobre a quantidade ideal de carboidrato para esse tipo de dieta.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De modo geral, se especula uma ingestão de 20 até 40% dos nutrientes em relação as calorias ingeridas em um único dia, ou cerca de 100 gramas. Em uma dieta alimentar normal, as fontes devem equivaler entre 50 a 60% das calorias do dia. Portanto, é uma redução expressiva.

Substituição de alimentos

A Dieta Low Carb sugere se concentrar no estilo de alimento selecionado para atender essa demanda. Os indivíduos são estimulados a ingerir os carboidratos tanto de verduras quanto de legumes. Já os grãos, os cereais e algumas frutas que possuem muito açúcar precisam ser abandonados em função da alta quantidade.

Em quesito comparativo, a dieta exige se despedir do pãozinho no café da manhã e até mesmo do arroz com feijão na hora do almoço. Em compensação, o paciente come muito mais gorduras e proteínas. Por isso, esse tipo de alimentação se tornou famoso entre as pessoas que se sentem acima do peso e com gordura acumulada.

Low Carb e a balança

A maioria das pessoas já sabe e até se interessa porque a low carb resulta em uma redução de peso acelerada, de acordo com os especialistas. No entanto essa questão, tão comemorada por milhares de pessoas, não é tão positiva conforme os especialistas da área de saúde.

Isso porque as fontes de proteínas e gordura matam a fome e, sendo assim, os pacientes se alimentam em uma quantidade menor. Por isso, essas pessoas emagrecem realmente. O problema é que a Dieta Low Carb não é bem sucedida com o passar do tempo. Ou seja, o sujeito tem grande chance de recuperar todo o peso perdido.

Carboidrato x gordura

Conforme uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), o efeito de emagrecimento em um curto espaço de tempo deve ser vista maneira cautelosa. Já que a perda considerável na balança não quer dizer diretamente uma queima de gordura.

Ou seja, o carboidrato é um dos componentes que estabelecem a quantidade de água dentro das células humanas. Sendo assim, quando esse elemento passa por uma baixa inesperada, a água também começa a ficar escassa. Na visão de alguns especialistas, as pessoas entendem que o emagrecimento é resultado da perda de gordura. Na verdade, elas só eliminaram água.

Pontos questionáveis da Dieta Low Carb

Portanto, a pessoa perde água, um dos elementos mais importantes para a manutenção da integridade física e mental. O pior é que a massa magra também é eliminada nesse pacote. E, consequentemente, a estrutura muscular é afetada, uma vez que os músculos são os principais queimadores de energia e de gordura.

Por isso, os especialistas alertam que a polêmica não reside na Dieta Low Carb propriamente dita, mas na questão de ser feita sem qualquer tipo de supervisão especializada. Neste caso, avaliação adequada pode fazer com que a dieta seja útil em um curto espaço de tempo.

Como fazer a Dieta Low Carb de forma segura?

Deste modo, os cientistas reforçam que ainda dá para efetuar a Dieta Low Carb de forma segurança por cerca de seis meses, sendo que boa parte das receitas é realmente de curto e curtíssimo prazo. Em períodos mais alongados, não dá para comprovar a qualidade das fontes de proteínas e gorduras adicionadas ao seu prato.

E é fundamental compreender que esse tipo de dieta não deve ser executada a partir da indicação de um vizinho, amigo ou mesmo pela internet. O monitoramento profissional é essencial para que o objetivo seja atingido e a saúde mantida. Isso porque é preciso realizar avaliações constantes para se certificar que o organismo está funcionando adequadamente.

Alimentação saudável e atividade física

Caso alguém lhe diga que perdeu muito peso sem fazer atividade física, entenda que isso não é algo positivo. Se há alguma polêmica em torno da Dieta Low Carb, todos os especialistas são unânimes em pontuar que exercício físico jamais é dispensável no processo de emagrecimento sadio. Na verdade, a atividade física é um dos pilares de uma rotina com qualidade de vida.

Por isso, o ideal é que o paciente tenha a capacidade de iniciar uma mudança na sua rotina alimentar de forma gradual, equilibrada e orientada por pessoas qualificadas, bem como não deixe de fazer ou volte a praticar algum esporte sua preferência.

Informar Erro

- Continue depois do anúncio -

Leia também

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir