‘Estamos trabalhando para suprir a falta de servidores na Educação de Piracicaba’, afirma secretário Bruno Roza

O secretário municipal de Educação de Piracicaba, Bruno Roza, afirma que a pasta vem trabalhando para suprir a necessidade de servidores para garantir o pleno funcionamento das unidades escolares e demais estruturas administrativas.

“A educação, assim como outras pastas da Prefeitura, sofre com a falta de profissionais, muito em consequência da Lei Federal 173/2020, que vedava a realização de concursos públicos e a contratação de novos servidores. Esse é um retrato não só de Piracicaba, mas de diversos municípios de todo o país”, frisa Roza.

O chefe da pasta ainda afirma que tem trabalhado para que esse cenário mude o mais rápido possível. “Em 2022 já realizamos processo seletivo para a contratação de professores temporários substitutos, e, estamos com concurso público para a efetivação de diversas outras funções em curso”, pontua.

Sobre o processo seletivo mencionado por Roza, a SME pretendia convocar 160 professores substitutos temporários, divididos em 80 para professor substituto de educação infantil e os demais para professor substituto de ensino fundamental, no entanto, mediante as necessidades de contratação de pessoal, o prefeito Luciano Almeida autorizou a chamada de 186 professores do fundamental e 195 da educação infantil.

Realizado pela Fundação Vunesp, o referido processo seletivo será homologado nos próximos dias e teve a sua classificação divulgada no Diário Oficial de Piracicaba no último dia 24/06.

Já sobre o concurso público, na mesma edição do DOM de 24/06, foi divulgada a lista de profissionais aptos a realizarem as provas que acontecem em 03/07, bem como o local, as salas e o horário de realização da avaliação.

Serão contemplados no Concurso 02/2022, sete cargos, sendo divididos em: professor de Ensino Fundamental (30 vagas), professor de Educação Infantil (10 vagas), professor de Educação Física (5 vagas), secretário de escola (1 vaga), escriturário (10 vagas), orientador de alunos (13 vagas) e auxiliar de ação educativa (20 vagas).

Sobre o concurso, Roza ainda destaca que, inicialmente, serão convocados 89 novos servidores, mas serão realizadas novas convocações conforme as necessidades da Rede.

“Em nenhum momento afirmamos que não sofríamos com a falta de pessoal dentro e fora das salas de aula. Fomos afetados diretamente pelo déficit de servidores e estamos buscando alternativas até que os processos não se findem afim de garantir o bom atendimento aos nossos alunos. A Educação de Piracicaba tem trabalhado muito para a solução definitiva sobre esse assunto”, finaliza.

Informar Erro
Leia também