Criminoso que ateou fogo em companheira enquanto ela dormia é preso em Piracicaba

Criminoso que ateou fogo em companheira enquanto ela dormia é preso em Piracicaba

O homem que ateou fogo no corpo da companheira enquanto ela dormia foi localizado e preso pela Polícia Civil e Guarda Civil de Piracicaba na noite de hoje (08), no bairro Jardim São Jorge. Ele tem 39 anos e estava foragido desde o crime que ocorreu no dia 26 de maio, em uma residência do bairro Nova América.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Segundo informações dos policiais civis da 2ª Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecente), após a equipe tomar ciência de que o indivíduo havia ateado fogo em sua amásia enquanto a mesma dormia, causando gravíssimos ferimentos na vítima, a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Piracicaba prontamente representou pela prisão temporária do criminoso.

Desde então, com apoio da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais), investigações foram iniciadas a fim de localizar o autor do crime que encontrava-se foragido.

Na data de hoje, após monitoramento investigativo, policiais civis da 2ª Dise constataram que o foragido encontrava-se pela cidade de Piracicaba e estaria trafegando pela região do bairro São Jorge, sendo prontamente deslocada uma equipe para um ponto estratégico do referido bairro, onde também se fazia presente uma equipe da Patrulha Rural da Guarda Civil local, a qual durante todo o dia realizou buscas nas áreas rurais da cidade, visando realizar a prisão do indivíduo.

Após aproximadamente 30 minutos de buscas, a viatura da Patrulha Rural cruzou com o veículo no contra fluxo da Avenida Antônio Mendes de Barros Filho, fazendo o retorno imediato e passando a acompanhar o carro suspeito. O veículo foi abordado momentos depois, juntamente com o apoio da equipe da 2ª Dise, e o criminoso preso em flagrante.

O caso

Conforme o PIRANOT noticiou ontem (07), a filha da vítima procurou o jornal orientada por seu advogado e contou que no dia 26 de maio, por volta das 05h, a mãe estava dormindo e foi surpreendida com seu corpo em chamas após o próprio companheiro atear fogo nela com auxílio de álcool. Ele ainda colocou um cobertor sobre o corpo da vítima em chamas.

A mulher de 45 anos sofreu graves queimaduras de terceiro grau e está internada na UTI da Santa Casa de Limeira. Segundo a filha, a mãe vai ficar internada por cerca de três meses devido à gravidade das queimaduras e vai precisar passar por quatro cirurgias.

A vítima já havia sido agredida por ele anteriormente. Na ocasião, ele a enforcou, a agrediu com uma barra de ferro e a torturou por cerca de dez horas.

O caso foi registrado na Polícia Civil como violência doméstica, lesão corporal, tentativa de feminicídio e ameaça.

O PIRANOT optou por embaçar as fotos enviadas pela família por serem fortes e chocantes.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também