Menina de sete anos é estuprada e degolada pelo padrasto

Menina de sete anos é estuprada e degolada pelo padrasto

Caso aconteceu em Itajaí na noite de ontem (30). O motivo do crime chocante foi porque o homem não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da vítima

Uma menina de sete anos foi estuprada e morta degolada na noite desta segunda-feira (30), em Itajaí, Santa Catarina. Segundo a Polícia Militar (PM), o criminoso era o padrasto da criança e foi morto após confronto com a Guarda Civil Municipal da cidade.

De acordo com informações, o homem não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da vítima, de 39 anos, e por isso teria cometido os crimes. O criminoso ainda teria cortado também os dedos do outro filho da mulher, de 16 anos.

Médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) confirmaram que a menina foi estuprada e depois degolada, informou a PM. Uma faca que teria sido usado nos crimes foi apreendida. Câmeras de segurança flagraram o indivíduo deixando a casa da ex-companheira.

Segundo a prefeitura de Itajaí, o criminoso resistiu à prisão, investiu com uma faca contra um dos guardas que realizavam o cerco e acabou baleado e morto em confronto.

A criança de sete anos morreu após dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “A equipe de plantão prestou atendimento imediato, no entanto a menina não resistiu e faleceu. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para demais investigações”, disse a prefeitura em nota.

Segundo o delegado regional de polícia de Itajaí, Márcio Colatto, a Polícia Civil instaurou inquérito policial para investigar a morte da menina, o crime contra o adolescente ferido e as circunstâncias da morte do homem. O caso está com a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (Dpcami).

*** Com informações do G1

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também