Vereador rebate Prefeitura de Piracicaba e diz estar fazendo seu trabalho

Vereador rebate Prefeitura de Piracicaba e diz estar fazendo seu trabalho

Em nota enviada ao PIRANOT, o vereador Cássio (Fala Pira – do PL) rebateu a nota da Prefeitura de Piracicaba (SP) sobre o motivo dos problemas relatados pelo PIRANOT no último dia 25 na UPA da Vila Rezende.

Segundo o vereador, ele esteve na UPA Vila Cristina e não na Vila Rezende. “Nosso dever é fiscalizar e é o que fazemos, sempre e em prol à população da nossa cidade, esclareço que não utilizamos as mídias ou qualquer outro meio de comunicação para nos promover ou causar qualquer ato a nosso favor ou nos beneficiar com isso”, alegou.

Na quarta-feira (25), o PIRANOT questionou a Prefeitura de Piracicaba sobre reclamações da UPA da Vila Rezende especificamente e obteve uma nota. Leia ela na íntegra:

A Secretaria de Saúde informa que na data de ontem (24/05) o quadro de funcionários da unidade estava completo, inclusive com um plantonista a mais em decorrência do aumento na procura por atendimento decorrente de problemas respiratórios e tempo seco, comum nesta época do ano, atrelado aos casos de gripe e Covid-19. É importante lembrar que os pacientes são atendidos conforme preconiza o Ministério da Saúde, pelo protocolo de Classificação de Risco. No caso dos pacientes classificados como não urgentes, a espera estava, em média, em duas horas.

A Secretaria reforça que o pico na demora no atendimento ocorreu no período da tarde, quando dois vereadores invadiram a unidade e atrapalharam, por mais de meia hora, o atendimento médico na UPA, motivo pelo qual foi registrado boletim de ocorrência junto a Polícia Militar e processo administrativo para apurar as causas da invasão e importunação do trabalho dos servidores da unidade.

Cabe esclarecer que a Secretaria de Saúde segue a portaria nº 10, do Ministério da Saúde, que regula a utilização de uma UPA, bem como a quantidade mínima de assentos disponíveis à população, sendo que a UPA Vila Cristina atende a esta portaria e ainda deixa número de assentos superior ao exigido disponíveis aos pacientes e seus acompanhantes.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também