Em Piracicaba, Pedágio do Maio Amarelo lembra as 32 mil mortes por ano no trânsito

Em Piracicaba, Pedágio do Maio Amarelo lembra as 32 mil mortes por ano no trânsito

Iniciativa é do vereador André Bandeira (PSDB) e faz parte das ações da campanha “Maio Amarelo: Juntos Salvamos Vidas”

Os números impressionam! A média é de 32 mil mortes por ano de pessoas que foram vítimas de acidentes de trânsito, segundo dados levantados pelo Observatório 2020. O vereador André Bandeira (PSDB) realizou na tarde desta quarta-feira (25), um pedágio que mobilizou representantes do Corpo de Bombeiros, Hospital Unimed, grupos Pernas Caipiras, União Brasil de Ciclismo e Mais Ciclovias, além de voluntários, no cruzamento das avenidas Independência e Carlos Martins Sodero, no bairro Cidade Alta, para chamar a atenção da sociedade quanto ao grande número de mortos e feridos no trânsito brasileiro, principalmente, em Piracicaba (SP).

Foto: Guilherme Leite

Motoristas, motociclistas e ciclistas, até mesmo pedestres, aplaudiam os participantes, quando o semáforo fechava. Entrava em cena, durante 60 segundos, os voluntários segurando os cartazes com as frases “Juntos Salvamos Vidas”, “Eu estava sem o cinto”, “Maio Amarelo” e “Vai beber? Pode deixar eu dirijo”.

Vítima de um acidente automotivo que o deixou na cadeira de rodas, Bandeira fala com propriedade de causa, quando um motorista, visivelmente embriagado passou o sinal vermelho e o atingiu. “Há 26 anos sou cadeirante por causa dessa imprudência”, recordou.

A mobilização no semáforo integra a campanha “Maio Amarelo: Juntos Salvamos Vidas”. O parlamentar defende que o trabalho deve acontecer anualmente “porque o Brasil continua sendo um dos recordistas mundiais em mortes no trânsito. A cada 14 minutos uma pessoa perde a vida e, a cada um minuto, uma pessoa fica com sequelas para o resto da vida”, enfatizou Bandeira.

O superintendente do Hospital Unimed, Sérgio Furtuoso, disse que a empresa interage com todas as questões de prevenção, Meio Ambiente, Esporte, Cultura, além da sua missão principal que é atuar na área da Saúde. “No nosso pronto atendimento de urgência e emergência, registramos um grande volume de acidentes. Quando falamos em prevenção a Unimed é parceira para que tenhamos um trânsito melhor”.

Os cabos do Corpo de Bombeiros de Piracicaba (SP), Guaracy Ribeiro Filho e David Antônio Filho distribuíram panfletos alertando os motociclistas sobre os cuidados na hora da pilotagem. A corporação promove há 12 anos, para alunos do oitavo e nono ano, o “Bombeiros Educadores”, “que é uma parceria do Estado com as escolas onde os profissionais vão às unidades de ensino para orientar aos estudantes sobre noções de primeiros socorros, como evitar incêndio e proteger o Meio Ambiente, entre outros temas, sempre voltados à prevenção”, explica Guaracy.

 Quem deu apoio à panfletagem foi Eduardo Alves, membro do grupo União Brasil de Ciclismo. Ele estava acompanhado de Júlia Alves Pennachin e Robson Poiatti, ambos ciclistas e estudantes da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz). Ele disse que o município tem um fluxo de veículos muito grande, “mas, muitas pessoas se utilizam de bicicletas para se deslocar”. Ressalta o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) classifica a bicicleta como um veículo não motorizado e que tem “prioridade” sobre os motorizados. “Pelo menos é isso que diz o código de trânsito brasileiro”.

 O motorista que foi abordado interagiu com a “morte”. Valéria de Barros Penatti é do movimento “Mais Ciclovias” Vestida de preta e utilizando uma máscara, simbolizando a morte, ela segurava o cartaz “Vai beber? Deixa que eu dirijo”. “Eu gostaria de acrescentar você (morte), mas se você não quer estar comigo, por favor, use o cinto de segurança no banco da frente ou no banco de trás, não beba quando vai dirigir, os motociclistas usem capacete, crianças só com 10 anos na garupa, pois estamos aqui para alertar à população a ter mais consciência no trânsito”, orientou.

O vereador André Bandeira é autor do decreto legislativo 13/2016 que dispõe sobre a participação da Câmara Municipal de Piracicaba no evento “Maio Amarelo”.  Anualmente, no mês de maio, o vereador promove ações de conscientização alusivas ao Maio Amarelo.

Foto: Guilherme Leite
Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também