CASO CAROLINA | Juiz determina que assassino permaneça preso por tempo indeterminado

CASO CAROLINA | Juiz determina que assassino permaneça preso por tempo indeterminado

A Vara do Júri e execução criminal do Fórum de Piracicaba (SP), decretou hoje (19), a prisão preventiva do assassino de Carolina Dini Jorge. Anderson Andrade estava preso em regime temporário.

Com a mudança do regime de prisão, o assassino da ex-esposa será agora transferido para um presídio onde aguardará preso o julgamento. O Ministério Público já fez a denúncia contra ele.

A mudança de regime garante agora que Anderson não deixe a cadeia. Na temporária, ele ficaria preso até 30 dias, podendo o prazo ser prorrogado. Neste novo regime, não há limite. Quem assinou a mudança foi o juiz Luiz Antônio Cunha.

Gostou da decisão do juiz?

No nosso canal no Telegram, criamos uma enquete perguntando se você gostou da decisão judicial. Vote em t.me/portalpiranot

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também