Vereadores manifestam apoio ao movimento grevista dos servidores

Vereadores manifestam apoio ao movimento grevista dos servidores

A primeira reunião legislativa presencial da Câmara Municipal de Piracicaba este ano foi marcada, mais uma vez, pela discussão do movimento pelo reajuste salarial dos servidores públicos municipais. O tema foi abordado por vários vereadores, durante a 10ª sessão ordinária, na noite desta segunda-feira (11).

Câmara de Vereadores de Piracicaba
Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

Os vereadores Cássio Luiz, o “Fala Pira” (PL), Rai de Almeida (PT), Acácio Godoy (PP), que presidiu a sessão, Silvia Morales (PV), do mandato Coletivo “A cidade é sua”, Zezinho Pereira (União Brasil), Pedro Kawai (PSDB), Thiago Ribeiro (PSC), Ary Pedroso Jr (Solidariedade) e Paulo Campos (Podemos) pediram o uso da palavra para manifestar apoio aos servidores.

O tema foi abordado na Tribuna Popular pelo dirigente do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba, José Osmir Bertazzoni. Vários parlamentares também manifestaram interesse em subscrever o projeto de lei 80/22, de iniciativa do vereador Ary Pedroso Jr. (Solidariedade), que deu entrada na Câmara nesta segunda-feira (11) e dispõe sobre a reposição e compensação dos dias de greve dos servidores estatutários e celetistas do município de Piracicaba.

A 10ª reunião ordinária também contou com o debate de outros temas, como “A necessária ‘Tarifa Zero’ para os ônibus urbanos de Piracicaba”, pelo orador Wilson Trindade, também inscrito na Tribuna Popular. Além disso, a sessão foi suspensa por 30 minutos em atendimento ao requerimento 207/22, de autoria do vereador Pedro Kawai (PSDB), para discussão sobre o Dia Internacional da Doença de Parkinson e a importância sobre a conscientização, com a participação das integrantes da Colibri – Associação Brasil Parkinson Núcleo Piracicaba, Silvia Rigoldi Simões e Maria Lúcia Pianelli Sant’Anna.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também