Sindicato pede para prefeito de Piracicaba (SP) não descontar dias parados de grevistas

Sindicato pede para prefeito de Piracicaba (SP) não descontar dias parados de grevistas

O departamento jurídico do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba e Região enviou ao prefeito de Piracicaba (SP), Luciano Almeida (União Brasil), um ofício solicitando que a administração municipal se abstenha de proceder o desconto em folha de pagamento dos servidores grevistas referentes aos dias não trabalhados.

Foto: Prefeitura de Piracicaba

Segundo o sindicato, na reunião de conciliação na última sexta-feira (08), quando não houve acordo, o Poder Executivo sinalizou que pretendia descontar os dias de quem não trabalhou até por questão de justiça com quem trabalhou.

Os servidores municipais estão em estado de greve, porém por determinação do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), estão trabalhando por prestarem serviços essenciais.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também