GREVE PIRACICABA | Sindicato diz que não teve acordo e ameaça suspender horas extras

GREVE PIRACICABA | Sindicato diz que não teve acordo e ameaça suspender horas extras

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba e Região fez uma live há pouco e disse que não houve acordo na audiência de conciliação do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo). Está marcada para hoje (08), às 19h, uma assembleia geral na frente do Centro Cívico.

Sem o acordo, a diretoria disse que está preparando uma ação para entrar no STF (Supremo Tribunal Federal). Também foi colocada a possibilidade de ser cortada as horas-extras dos profissionais, já que, segundo a entidade, faltam profissionais e por isso muitos tem que fazer jornada extra para dar conta da demanda de serviço.

“Vamos mostrar para ele [Luciano] se somos ou não somos essenciais. Quero ver ‘tocar’ a cidade sem nós”, disse o presidente Osmir Bertazzoni.

O sindicato não foi claro sobre os detalhes da reunião. Disse que a ata será lida na assembleia. No final, fala-se que a Prefeitura não apresentou proposta.

Procurada, a Prefeitura ainda não se posicionou se fez ou não uma proposta.

Assista a live

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também