Acusado de matar mulher dentro de igreja é preso após capotar carro em Piracicaba (SP)

Acusado de matar mulher dentro de igreja é preso após capotar carro em Piracicaba (SP)

A Polícia Militar de Piracicaba (SP) prendeu na tarde hoje (07), um homem acusado de matar com cinco tiros na cabeça a ex-mulher Lígia da Silva, de 44 anos, anteontem (05), em Londrina (PR).

Foto: Reprodução

Segundo a imprensa local, a vítima trabalhava como secretária na Paróquia São Luiz Gonzaga, zona leste de Londrina, norte do Paraná, quando durante seu horário de almoço foi abordada e morta. O criminoso fugiu e estava desaparecido até que o carro despertou a atenção da Polícia Militar Rodoviária (PMR) quando o mesmo passou pela Rodovia do Açúcar, em Piracicaba.

Em nota, a PMR disse que após checar a placa recebeu a informação de que o veículo estava sendo procurado. Ainda segundo a polícia, o criminoso não aceitou a ordem de parada e tentou fugir. Então uma perseguição foi iniciada e pela rodovia Margarida da Graça Martins (SP-135), por motivo ainda desconhecido, o indivíduo perdeu o controle do veículo em uma curva e capotou.

Com ele, foi localizada uma pistola Imbel, calibre 380, com numeração raspada. De acordo com a PMR, a arma possivelmente seja a mesma utilizada no crime. Ele foi preso e encaminhado para a delegacia local.

Foto: Polícia Militar Rodoviária

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também