GREVE PIRACICABA | Sindicato diz que não foi intimado, mantém greve e recorrerá ao STF

GREVE PIRACICABA | Sindicato diz que não foi intimado, mantém greve e recorrerá ao STF

Durante uma live nas redes sociais, presidente do sindicato diz que não tem dinheiro para pagar multa e que esperava a sentença obrigando a volta ao trabalho, mas diz que abrirá reclamação no STF.

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba e Região emitiu nota respondendo sobre a liminar emitida ontem (05), pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça) de São Paulo, que determinou a volta imediata ao trabalho de profissionais de áreas consideradas essenciais, como saúde, educação, transporte e tributação, conforme noticiou em plantão o PIRANOT.

Foto: Reprodução/Facebook

Segundo o sindicato, ainda não houve a notificação judicial sobre a decisão. Ou seja, o oficial de justiça ainda não intimou o sindicato sobre a posição do TJ-SP. Em uma live também ontem, lideranças sindicais disseram que pretendem recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal), para manter a greve.

“Diante da não intimação desta decisão liminar pelo Tribunal do Estado de São Paulo, as manifestações da greve dos servidores municipais continuarão ativas amanhã (06), em frente ao Centro Cívico da prefeitura de Piracicaba, com o apoio do Conespi (Conselho das Entidades Sindicais).”, diz a nota.

“A diretoria enfatiza que o maior interesse do Sindicato continua sendo a negociação, para que a reposição inflacionária seja paga ainda neste ano. O departamento jurídico do Sindicato dos Municipais está em reunião permanente e está avaliando as medidas jurídicas cabíveis para que a categoria não tenha perdas.”, finaliza.

A live

Assista o pronunciamento completo do sindicato.

 

 

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também