Segundo balanço da Prefeitura, 2.509 servidores aderiram à greve em Piracicaba (SP)

Segundo balanço da Prefeitura, 2.509 servidores aderiram à greve em Piracicaba (SP)

A Prefeitura realizou um balanço das áreas mais afetadas pela greve dos servidores, que teve início na sexta-feira (01). Segundo o balanço, Educação, Saúde, Assistência Social, Segurança e Finanças estão entre os serviços que atendem diretamente a população e estão com atendimento parcialmente afetado.

Até às 15h30 de hoje (04), 2.509 servidores estavam em greve, sendo que 2.370 entregaram aviso de greve, por meio de carta aos Núcleos de Apoio Administrativos (NAAs) das secretarias, e 139 servidores estão ausentes sem justificativa. A Prefeitura tem 7.501 servidores na ativa.

Entre os setores mais afetados pela greve estão a Educação, secretaria com maior número de servidores em greve: 2.184.

Na Saúde, 89 servidores estão em greve, o que causou o fechamento de unidades e farmácias municipais.

Na Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads), 45 aderiram à greve, o que causou fechamento de alguns Centros de Referência e Assistência Social.

A Secretaria de Finanças também teve seu expediente prejudicado pelo segundo dia. Com a adesão de 41 servidores, o atendimento no Térreo 2 também foi interrompido.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também