Saiba como está o funcionamento dos serviços públicos durante a greve em Piracicaba

Saiba como está o funcionamento dos serviços públicos durante a greve em Piracicaba

Os servidores municipais de Piracicaba (SP) iniciaram uma greve hoje (01) devido à falta de acordo quanto ao percentual de reajuste salarial da categoria neste ano. Ao longo das negociações, a categoria rejeitou três propostas feitas pelo prefeito Luciano Almeida. A greve foi anunciada no último dia 25 de março, quando a última oferta foi rejeitada. Veja abaixo o que está funcionando ou não dos serviços públicos durante a paralisação:

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba, a partir do início da greve pela lei, os serviços essenciais que se mantêm são, de tratamento de água e esgoto, assistência médica e hospitalar (urgência e emergência), no caso as UPAS, farmácias de distribuição de medicamentos, funerários, os serviços de processamento de dados ligados a serviços essenciais. As atividades médicas periciais (SEMPEM/SESMT, CAPES) – (Art. 10 – Lei 7.783/89). O atendimento deverá manter o mínimo de 40%.

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran) informou que atua normalmente nas demandas de trânsito. A Divisão de Multas também atende normalmente. Em caso de dúvidas, a população contatar a secretaria pelos canais informados no site.

De acordo com a empresa TUPi, o transporte coletivo também funciona normalmente, de acordo com os horários de dias de semana das linhas.

A Guarda Civil Municipal (GCM) informa que mantém seus serviços integralmente, atendendo 24h pelo telefone 153.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também