Trabalhador que morreu em Piracicaba (SP) tinha 60 anos e não usava equipamentos, diz perícia

Trabalhador que morreu em Piracicaba (SP) tinha 60 anos e não usava equipamentos, diz perícia

A Polícia Civil de Piracicaba (SP), está investigando o acidente de trabalho que terminou com a morte de um trabalhador na tarde de ontem (23), conforme informou em plantão o PIRANOT. Ele foi identificado como Ademar Nunes dos Santos e tinha 60 anos.

Foto: Divulgação

Segundo o Boletim de Ocorrência, o Samu constatou o óbito após um chamado para um barracão que passava por reforma de telhado na Rua Fernando Febeliano da Costa, no bairro dos Alemães. A suspeita é de que o trabalhador tenha pisado em uma ripa de madeira e caído de uma altura de aproximadamente sete metros.

Ainda segundo o documento da polícia, ripas quebradas foram apreendidas para perícia. O Instituto de Criminalística esteve no local e não encontrou junto ao corpo do homem equipamentos de segurança, que poderiam ter evitado a morte. Os equipamentos, três ao todo, estavam na entrada do barracão sendo que um deles ainda lacrado. A Guarda Civil apreendeu os mesmos para a investigação.

Em depoimento na polícia, o dono da empresa que fazia a reforma contou que foi contratado pelo Hospital e Maternidade de Piracicaba para a reforma e que iniciou o trabalho na segunda-feira (22). Para ajudá-lo, contratou mais três pessoas. Ele disse para o delegado que registrou o caso que não sabe o que aconteceu na hora do acidente. O tipo de contratação da equipe não foi registrada, porém o empresário alegou que opera no sistema MEI (Micro Empresário Individual), não sendo possível, neste meio, da contratação de equipe. Também prestou depoimento na polícia um engenheiro responsável pela obra.

 Ademar Nunes dos Santos será sepultado hoje (24), no Cemitério Municipal da Vila Rezende. Ele deixa a esposa, filhos, netos, irmãos, cunhados, sobrinhos, demais familiares e amigos.

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também