Vídeo mostra dupla fugindo após tentativa de assalto em escola na região de Piracicaba (SP)

Vídeo mostra dupla fugindo após tentativa de assalto em escola na região de Piracicaba (SP)

A Secretaria Estadual de Educação do Governo de São Paulo lamentou, em nota enviada ao PIRANOT, o assalto que ocorreu dentro de uma escola na tarde de ontem (21). O caso foi em Charqueada, na RMP (Região Metropolitana de Piracicaba). Ninguém se feriu.

Segundo a pasta, as autoridades policiais e a Guarda Municipal foram acionadas após dois jovens adentrarem na E.E. Prof. Benedito Dutra Teixeira para tentar roubar uma motocicleta. Isso foi pouco depois do meio dia e estava tendo aula na unidade.

A Polícia Militar que atende a cidade é do 10° Batalhão de Polícia Militar do Interior, localizado em Piracicaba. Por isso, para dar apoio aos policiais em solo, foi deslocado para Charqueada o helicóptero Águia de Piracicaba. Havia a suspeita de que os criminosos estavam escondidos em uma mata. A movimentação policial e a aeronave na cidade causou pânico e medo, além de uma fake news de que um professor teria ficado refém ou seria alvo de uma tentativa de homicídio. Dadas as notícias desencontradas, pais buscaram os filhos na escola.

Ainda segundo a secretaria, a Diretoria de Ensino de Piracicaba e a direção da unidade registraram o Boletim de Ocorrência. “Ninguém foi ferido e nada foi levado, as aulas seguiram normalmente, sem prejuízo aos estudantes.”, disse.

Vídeo

O PIRANOT obteve um vídeo que mostra a fuga da dupla que entrou na escola e ameaçou fazer funcionários reféns em plena luz do dia. Assista!

Reclamações

Após a publicação da notícia, o PIRANOT recebeu relatos de moradores de Capivari indignados com a situação. “Meu filho me enviou mensagem às 13h50 falando do ocorrido. Quanto tempo os bandidos ficaram na escola e o que ocorreu de fato ainda é um mistério. Os fatos estão estranhos”, reclama uma mãe.

“As escolas deveriam ter mais segurança e policiais próximos”, diz outra.

O caso

Segundo fontes do PIRANOT, os bandidos teriam adentrado na escola na tentativa de saída de uma funcionária. Ela teria sido rendida e, posteriormente, outros profissionais também foram. Ao desconfiarem que as armas eram de brinquedo, as vítimas se recusaram em obedecer a dupla, que exigia a entrega de celulares e relógios. A polícia foi chamada e os criminosos fugiram.

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também