Em Piracicaba, mulher de 20 anos esfaqueia o irmão embriagado e violento para se proteger

Em Piracicaba, mulher de 20 anos esfaqueia o irmão embriagado e violento para se proteger

Uma mulher de 20 anos esfaqueou o irmão de 24 anos após o mesmo chegar na residência da família embriagado, violento e bater nela durante uma discussão entre eles. O caso foi por volta das 23h20 de ontem (16), no bairro Novo Horizonte.

De acordo com o Boletim de Ocorrência do caso, a Polícia Militar foi acionada para verificar uma possível ocorrência de violência doméstica e chegando ao local a equipe encontrou o homem caído na rua, com diversas lesões aparentemente causadas por objeto cortante, e ao seu lado tinha uma mulher, ambos bastante embriagados.

A Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada e o conduziu ao Hospital dos Fornecedores de Cana, não sendo possível colher a versão dos fatos do envolvido no local

Os policiais militares apuraram então que após o irmão passar o dia ingerindo bebidas alcoólicas, ele retornou à residência e teve uma discussão com a irmã. Durante a discussão, os dois se agrediram com uma faca e ficaram feridos.

Na delegacia, os policiais encontraram a irmã, que foi voluntariamente se apresentar e contar sua versão dos fatos. Ela relatou que estava em sua casa, na companhia do namorado, quando seu irmão chegou e eles tiveram uma discussão. Ele então passou a agredi-la e bateu a cabeça dela contra a parede, depois pegou uma faca sem ponta e foi em direção dela para atingi-la, mas não conseguiu.

Sem desistir, ele então pegou uma outra faca e esfaqueou o pulso da vítima. Temendo por sua vida, ela entrou em luta corporal com ele, tirou a faca da mão do agressor e revidou a agressão ferindo o braço dele com a mesma faca.

Após esfaquear o irmão, ela saiu da residência para buscar atendimento médico e depois se apresentou na delegacia. O companheiro da vítima presenciou todo o ocorrido e confirmou a versão apresentada por ela na delegacia.

A vítima foi orientada sobre as medidas protetivas de urgência. O caso foi registrado como lesão corporal e será devidamente apurado pela Polícia Civil. A faca utilizada foi apreendida.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também