Líder dos caminhoneiros ameaça greve nacional contra aumento anunciado pela Petrobras

Líder dos caminhoneiros ameaça greve nacional contra aumento anunciado pela Petrobras

Um dos principais líderes da greve de caminhoneiros de 2018, Wanderlei Alves, o Dedeco, diz que o Brasil tem que parar em protesto contra o aumento dos combustíveis divulgado nesta quinta (10) pela Petrobras.⠀O aumento foi de 18% na gasolina, 24% no diesel e 16% no gás de cozinha.

Dedeco afirma que a guerra da Rússia contra a Ucrânia está servindo como “desculpa para enriquecer ainda mais os donos da Petrobras”.⠀

“Eles já tiveram um lucro absurdo, doentio com os aumentos mais recentes, e estão ficando milionários às custas da tragédia de todos nós. Só quem está feliz hoje no país são os investidores da Petrobras”, segue Dedeco.⠀

O anúncio do aumento levou milhares de pessoas durante todo o dia de hoje aos postos. Em algumas cidades do país há filas para abastecer antes do aumento que começa a valer a partir da meia noite.

Especialistas dizem que no caso da gasolina, o litro ficará cerca de R$ 0,54 centavos mais caro. Já o botijão de gás, R$ 8. E o pior é que este é só o primeiro aumento. Novos serão anunciados nos próximos dias.

*** Com informações do UOL

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também