Ucrânia diz ter matado 40 soldados russos e derrubado seis aviões; Rússia nega

Ucrânia diz ter matado 40 soldados russos e derrubado seis aviões; Rússia nega

A Ucrânia informou por volta das 06h da manhã, no horário de Brasília (DF), que matou 40 soldados da Rússia e interceptou seis aviões que adentraram ao território. A Rússia não confirma a informação e diz que destruiu bases aéreas do rival.

Foto: CNN

A guerra Rússia e Ucrânia começou após o presidente russo Vlademir Putin anunciar a invasão da Ucrânia, território que pertencia a União Soviética, uma ditadura, que foi derrotada por tropas do “mundo livre”, liderada pelos Estados Unidos durante a segunda Guerra Mundial. A ideia é reanexar o país e dominar o continente, porém a Ucrânia é um país soberano.

Até este momento, países da Europa anunciaram o bloqueio financeiro de contas e dinheiro de pessoas e empresas russas, entre outras medidas. Os Estados Unidos e demais países aliados devem anunciar nas próximas horas medidas para tentar parar a Rússia, sem se envolver diretamente na guerra.

Devido a atitude da Rússia, a moeda local desvalorizou rapidamente e as duas bolsas de valores do país tiveram que fechar para evitar maiores prejuízos. O mercado financeiro também cai na Europa e o dólar perde valor dado a possibilidade de uma guerra mundial.

O presidente do Brasil, na semana passada, declarou “solidariedade” para a Rússia em uma visita ao presidente Putin. Não se sabe exatamente onde o nosso país se encontra nessa situação, se tomará medidas ou apenas assistirá, porém a atitude de Bolsonaro colocou o Brasil em uma situação confusa, além de perigosa.

O valor do barril de petróleo disparou e já atinge a marca de U$ 103,00, oito dólares a mais que no começo desta semana, o que impacta em produtos derivados, entre eles a gasolina brasileira. Isso deve puxar para cima a inflação, que neste mês acumula alta de 0,99%. A maior para fevereiro deste 2014.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também