"Não sou imobiliária", diz Luciano Almeida para moradores de área invadida em Piracicaba

“Não sou imobiliária”, diz Luciano Almeida para moradores de área invadida em Piracicaba

Foi divulgado no Instagram um áudio do prefeito de Piracicaba (SP), Luciano Almeida (União Brasil – antigo DEM), respondendo aos moradores da Comunidade Renascer onde ele diz não ser uma imobiliária ao receber o pedido para intervir e cumprir a promessa de campanha, quando citou até mesmo desapropriar a área garantindo para o eleitorado local o direito da casa própria.

No áudio, Luciano diz que a Justiça de Piracicaba teria tomado uma decisão, a de desocupação do terreno, e que ele não poderia fazer nada. Em época de eleição, o político fez uma live e prometeu que faria diferente de Barjas Negri (PSDB), que, segundo ele, não estava fazendo nada. Ele cita algumas soluções, entre elas a desapropriação da área.

Tendo a promessa de campanha em vista, os moradores sugerem ao prefeito então que a Prefeitura compre o terreno (desaproprie) e eles pagariam o Executivo pelo prejuízo. É aí que vem a resposta educada. “Não sou imobiliária e nem um regulador imobiliário, mas se a senhora quer comprar alguma coisa tem que falar com o proprietário”, diz ele.

Um protesto está sendo organizado para a manhã de hoje (18), na frente da Prefeitura Municipal, a partir das 09h.

Às 08h25 o PIRANOT solicitou uma nota para a Prefeitura sobre as falas do prefeito. Caso tenhamos resposta a anexaremos neste texto, ou em uma nova postagem.

Assista o vídeo e o áudio completos

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também