Os desafios e oportunidades em 2022

Os desafios e oportunidades em 2022

Por Angelo Frias Neto

ESPECIAL

A melhor saída para qualquer desafio que a vida nos apresenta costuma ser a atitude. O Brasil já passou por inúmeras crises e instabilidades, mas desistir nunca foi uma alternativa para muitas pessoas. Assim, acreditamos que 2022 será um bom ano. Uma crença que se baseia não somente em uma visão positiva do futuro, mas principalmente em uma análise da conjuntura econômica atual.

Há poucos dias, na convenção anual da Frias Neto Consultoria Imobiliária, apresentamos os resultados dos últimos dois anos da empresa, com 76% de crescimento em Lançamentos e uma administração de mais de R$ 5 bilhões em ativos. Quem apenas observa esses números não imagina quantos desafios tivemos em 33 anos de atuação. Situações que pareciam sem saída, mas que nos fizeram compreender com o que realmente devemos nos preocupar.

Os governos passam, os imóveis ficam.

Desde 1989 foram oito eleições para presidente da República, oito presidentes, duas cassações presidenciais, seis planos econômicos e sete crises econômicas de grandes proporções. Também enfrentamos recessões, com o PIB recuando em – 6,95%, no acumulado de 2015 e 2016. Além de inflações, que chegaram a 916,43% (1994), e uma taxa Selic na marca de 26,3% (fevereiro e março de 2003), número mais que duas vezes maior que o atual, em 10,75%.

Não foram tempos fáceis. Passamos por muitas instabilidades, mas nunca paramos de trabalhar para conquistar o lugar que estamos hoje. E assim chegamos a 33 anos de atividades na Frias Neto Consultoria Imobiliária. Período de experiências que vivi e compartilhei com muitos amigos, familiares, parceiros e colegas. Ao longo desse percurso, tenho orgulho de dizer que nunca me deixei abater pelas dificuldades que surgiram no caminho. Por isso, é muito mais fácil analisar os rumos que temos pela frente e acreditar em 2022. Afinal, o cenário é bom.

Mesmo na maior crise global, gerada pela pandemia da Covid-19, o Brasil está conseguindo manter a economia sob controle. Estamos em retomada dos empregos, com a criação de 2,7 milhões de novos postos de trabalho em 2021, assim como uma arrecadação recorde de R$ 1,87 trilhões, número 17% superior ao ano anterior.

Nosso país ainda foi convidado para entrar na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), chamado de “Clube dos Países Ricos”. O convite implica numa série de adaptações econômicas, legais e sociais, e muitas novas oportunidades.
Na área imobiliária, segundo o relatório da FipeZAP, o preço médio dos imóveis teve, em 2021, a maior alta dos últimos sete anos. Já a pesquisa da Brain e AELO revela que a comercialização de lotes apresentou um crescimento de 14% no estado de São Paulo, comparado a 2021, além do aumento de preços. Os dados da Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) indicam um crescimento de 15,76% nos preços dos imóveis residenciais.

O ano passado ainda contou um recorde no crédito imobiliário, mais de R$ 255 bilhões em financiamentos. E as estimativas para 2022 continuam positivas. De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o volume de financiamentos imobiliários deve crescer 10% em relação a 2021.

O Monitor de Tendências de Investimentos da UNCTAD (ONU) revelou que o Brasil foi o 7º país do mundo em destino de investimentos em 2021, mais que o dobro em relação a 2020.

No recorte local, Piracicaba e região continuam se destacando em vários setores. Até mesmo a renda per capita da RMP (Região Metropolitana de Piracicaba), criada em 2021, é a maior do estado de São Paulo, e a que apresenta maior crescimento anual. O que nos revela inúmeras possibilidades.

Com nossa experiência, aprendemos que construir caminhos é tanto uma necessidade quanto uma motivação e são muitas as razões para continuar acreditando.

Angelo Frias Neto é diretor-presidente da Frias Neto Consultoria de Imóveis; diretor estatutário do Secovi-SP; e diretor para Piracicaba e Região do Secovi-SP. Também é diretor da ABMI (Associação Brasileira do Mercado Imobiliário) e presidente do Conselho de ex-presidentes da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba).

Foto: Divulgação
Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também