Padre compartilha vídeo de sexo gay no grupo "Sagrada Família"

Padre compartilha vídeo de sexo gay no grupo “Sagrada Família”

Um padre de 45 anos se envolveu em uma polêmica na última quarta-feira (02), quando compartilhou, por engano, vídeos pornográficos em um grupo do WhatsApp de uma paróquia em Santo Amaro da Purificação, no recôncavo baiano. O caso chocou os católicos da cidade. A Igreja Católica não quis comentar.

Foto: Reprodução

Segundo a TV Globo, Francisco Oliveira tem 45 anos e há sete atua na paróquia do distrito de Oliveira dos Campinhos. O vídeo postado por ele tem mais de dois minutos de duração e mostra dois homens em ato sexual.

Ainda segundo a emissora, o padre disse que enviou indevidamente o conteúdo ao grupo, intitulado “Sagrada Família”, enquanto tentava apagar o mesmo, após ter recebido de um outro contato.

Após a publicação do vídeo, alguns membros questionaram a mensagem e alguns fiéis saíram do grupo. “Meu Deus, que absurdo é esse?”, indagou surpreso um membro da paróquia que estava no grupo. “Uma vergonha! Estou fora”, disse outro fiel, antes de sair do grupo.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também