Motorista de app é acusado de estuprar passageira em briga que envolve o namorado em Piracicaba

Piracicaba (SP), registrou ontem (01), um crime de estupro que ocorreu na madrugada do dia anterior. A vítima tem 28 anos e seria uma usuária de um aplicativo de transporte líder de mercado no país. Como se trata de um crime grave, o PIRANOT aciona o direito de todo homem à informação, previsto no artigo 5° da Constituição Federal, não havendo, por tanto, “privacidade” que sustente a não divulgação pela imprensa do Boletim de Ocorrência, dada a sua gravidade, como já dito.

Segundo o documento, a vítima saiu do trabalho e pegou uma carona com uma amiga até um ponto de ônibus na Avenida Comendador Luciano Guidotti. Por lá, ela chamou um carro pelo aplicativo. Durante a corrida, o motorista parou o veículo na Avenida Luiz Pereira Leite, no bairro Água Branca, e mostrou um objeto parecendo ser uma arma.

Ainda segundo o documento, a vítima foi obrigada a ir para o banco da frente e foi forçada a fazer sexo com o agressor que, no final do crime, ainda teria ameaçado ela e a filha.

A vítima relatou à polícia que o namorado dela recebeu uma ameaça por ter, supostamente, se envolvido em um problema com a irmã do estuprador. O caso será investigado pela DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Piracicaba.

Informar Erro

Só falta você!

O PIRANOT se prepara para alcançar meio bilhão de acessos até o final de 2023. Queremos que você faça parte ainda mais da nossa história. Por isso, convidamos você para seguir nosso conteúdo no Google News e ajudar o portal de notícias a alcançar ainda mais espaço nacionalmente. Clique aqui e siga-nos

Leia também