Pacientes prestam homenagens à médica encontrada morta dentro de banheiro de pronto-socorro

Pacientes prestam homenagens à médica encontrada morta dentro de banheiro de pronto-socorro

Familiares e amigos também homenagearam profissional por meio das redes sociais. Polícia Civil em Cubatão (SP) segue investigando o caso

Pacientes, amigos e familiares de Ana Carolina Borges Gorga prestaram homenagens, por meio das redes sociais, à médica de 30 anos encontrada morta dentro de um banheiro do pronto-socorro de Cubatão (SP), na madrugada desta segunda-feira (24). O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

Foto: Divulgação

Segundo o G1, Ana Carolina trabalhava como cirurgiã geral e também fazia residência de cirurgia plástica em um hospital de Santos.

“Dia triste, coração dilacerado, uma perda terrível e insana, que Deus receba com carinho nossa médica delicada, dedicada e tão competente. Minha eterna carretinha com mãos de fada, gratidão pelo que fez por mim”, postou uma paciente.

“Gratidão, meu coração só sabe ter gratidão por ela. Além de dedicação como profissional, ótimo ser humano. Entreguei minha vida, meus sonhos nas mãos dela. Só tenho 45 dias de operada. Obrigada. O céu com certeza está te recebendo em festa”, lamentou outra paciente.

“Vai com Deus, Aninha, foi um privilégio passar por sua vida e fazer parte da sua história. Sua gentileza e dedicação com todos, era digna de um anjo na Terra, e agora vai ser acolhida por Deus em um bom lugar”, publicou um amigo.

Caso

O encontro do corpo ocorreu durante o plantão da profissional no Pronto-Socorro Central de Cubatão. Equipes da Polícia Civil foram acionadas para atenderem ao caso, que foi registrado como morte suspeita, devido à falta de informações sobre o que pode ter acontecido.

Após a perícia, o caso foi registrado na Delegacia Sede de Cubatão e encaminhado ao 3º DP do munícipio, onde será investigado. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), outros detalhes serão preservados para garantir autonomia ao trabalho policial.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Cubatão afirma que lamenta profundamente a morte da médica, e que, em respeito à família, não serão divulgadas informações pessoais ligadas ao caso. A Secretaria de Saúde e a administração do PSC colaboram com a Polícia Civil para a investigação da causa da morte.

*** Com informações do G1.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também