Prefeito de Piracicaba (SP) se diz vítima de maldade do povo e da mídia

Prefeito de Piracicaba (SP) se diz vítima de maldade do povo e da mídia

Falar em chá, nos faz lembrar de coisas antigas. E diz os antigos que quem dá o tapa, esquece. Quem tomou, não. Na noite de ontem (13), Luciano Almeida (DEM), prefeito de Piracicaba (SP), voltou a publicar um vídeo para se defender de pessoas e da mídia “maldosa” que noticiou suas doces e amadas palavras ao povo que necessita de UPA e espera horas por atendimento.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na publicação de poucos minutos, o prefeito optou por ler um texto, para evitar equívocos. Nesta quarta (12), ele criticou a população que enfrentava a deliciosa fila de horas em busca de atendimento médico na cidade, já que apenas 20% de todos testavam positivo para a doença. 80% não. O prefeito só se esqueceu que isso é extremamente alto.

Luciano chama de maldosa a mídia já que ontem o PIRANOT, por exemplo, repercutiu o vexame que suas falas causaram a cidade de Piracicaba (SP). O prefeito, que tem como defesa ser inexperiente, ganhou a eleição de surpresa, não estava preparado e coisas parecidas, precisa decidir se ele tem capacidade para continuar a frente do seu cargo. Piracicaba merece respeito.

Vale a pena lembrar que há menos de 15 dias, a prefeitura de Piracicaba já havia causado muita polêmica ao debochar em suas redes sociais do aumento do passe de ônibus, que virou um dos mais caros do país. A publicação foi apagada, só após a publicação do PIRANOT. Mídia maldosa? Quem é maldoso, senhor prefeito? Nosso jornal pode se orgulhar quando há um ano, onde estavam morrendo pessoas por falta de UTI na cidade, ele saiu em defesa do seu povo e com ele assim ficou. Isso é coerência. Partindo disso, podemos discutir o que é maldade.

Para assistir o vídeo, acesse as redes sociais da Prefeitura local. Ou acompanhe logo abaixo:

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também