Erro em aplicação de vacina pode ter matado bebê em Piracicaba (SP)

Erro em aplicação de vacina pode ter matado bebê em Piracicaba (SP)

Uma bebê de quatro meses morreu em Piracicaba (SP), e a família suspeita que pode ter ligação com uma dose da vacina tríplice viral contra sarampo, caxumba e rubéola, doenças altamente contagiosas e que surgem preferencialmente em crianças. Ela foi aplicada horas antes do óbito, porém só deve ser usada a partir de um ano de idade. O caso foi ontem (05).

Segundo o Boletim de Ocorrência, o avô da menina, um serralheiro de 63 anos, contou que foi até a Unidade de Saúde da Família do bairro Parque Piracicaba, popularmente conhecido como Balbo, onde a criança teria recebido a dose da vacina. Horas depois ela passou mal e foi levada para a UPA da Vila Sônia.

Ainda segundo o documento, a menina precisou ser encaminhada para o Hospital dos Fornecedores de Cana onde, às 23h30, faleceu.

A Polícia Civil investigará o caso.

Aplicação errada?

Pesquisa rápida realizada pelo PIRANOT diz que a vacina em questão só poderia ser aplicada caso a criança tivesse um ano ou mais. A bebê que morreu em Piracicaba tinha quatro meses. A vacina protege contra sarampo, caxumba e rubéola, doenças altamente contagiosas.

Nota

A Prefeitura de Piracicaba falou sobre o assunto:

A Secretaria de Saúde informa que o setor de Vigilância Epidemiológica (VE) recebeu a notificação sobre o caso e já abriu investigação sobre a causa da morte da bebê por meio de notificações aos órgãos competentes da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e IML local.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também