Vereador tenta se promover em cima de suicídio de adolescente em Piracicaba (SP)

Na noite de ontem (03), um vereador investigado e denunciado pelo Ministério Público por crime de corrupção em seu primeiro mandato, publicou mais uma fake-news. Dessa vez, o agora político, que já chegou a noticiar um atentado terrorista em uma escola de Santa Terezinha anos atrás, disse que uma vítima de suicídio teria morrido por falta de atendimento médico na cidade. O PIRANOT tem prints da publicação que, como é normal de pessoas que se promovem com mentiras, a removeu.

Segundo a Prefeitura de Piracicaba, o vereador mentiu. “A Secretaria de Saúde informa que não houve negligência médica no atendimento a jovem de 17 anos que veio a óbito na UPA Vila Cristina.”, diz. O político disse que acionaria o Ministério Público contra a cidade. O órgão que pediu seu afastamento para a Justiça e o Poder Legislativo.

Ainda segundo o Poder Executivo, “A jovem, com histórico de depressão, deu entrada na unidade trazida por familiares em mau estado de saúde, com rebaixamento do nível de consciência e em parada cardiorrespiratória.”.

“De acordo com a família da adolescente, ela tinha histórico de tentativas de suicídio por meio de uso de medicamentos. Ao chegar na unidade, os médicos realizaram manobra de ressuscitação cardiopulmonar (RCP), com sucesso, e a jovem foi entubada.”, argumenta a Prefeitura. “Após uma hora de sua internação, novamente ela apresentou nova parada cardíaca e tentado novamente o protocolo de RCP, sem sucesso, evoluindo para óbito.”, finaliza a nota enviada ao PIRANOT.

Informar Erro
Leia também