Facebook passa a esconder notícias "tristes" e PIRANOT decide mudar chamadas

Facebook passa a esconder notícias “tristes” e PIRANOT decide mudar chamadas

O PIRANOT testará, a partir de 01° de janeiro, mudar as chamadas das notícias no Facebook, devido a rede social do Grupo Meta estar cortando o alcance de notícias que consideram ser de temática triste, como as policiais.

Entre os cortes, muitos seguidores tem percebido que algumas notícias lhe são mostradas apenas três ou até seis dias depois do ocorrido. Visando sanar os problemas, o PIRANOT testará mudar os compartilhamentos, padronizando as chamadas das notícias “tristes” por fotos, como já faz no Instagram. O link também deixará de ser para a notícia considerada “triste”, sendo para o portal do jornal, onde o leitor poderá ver tudo o que está sendo notícia naquela data e minuto.

O PIRANOT trabalha com Facebook há mais de sete anos e lamenta os cortes, porém ressalta que o Google, através do YouTube, tem uma política parecida. Isso dificulta o trabalho de jornais, como o PIRANOT, além de impedir o acesso da população as notícias que elas querem ver, o que é um atentado a Constituição Federal que garante aos brasileiros o livre acesso aos fatos.

O PIRANOT lembra que alguns países já discutem até que ponto as redes sociais podem controlar o que nós, como população, podemos ver ou deixar de ver. Porém é um debate novo que depende, inclusive, do interesse e do engajamento da população em geral.

Esconder notícias por elas serem tristes não fará com que elas deixem de acontecer e criará uma sociedade ainda mais ignorante.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também