Polícia Civil e Prefeitura de Piracicaba voltam a fiscalizar 'ferros-velhos' para coibir furtos

Polícia Civil e Prefeitura de Piracicaba voltam a fiscalizar ‘ferros-velhos’ para coibir furtos

Uma Força-Tarefa da Polícia Civil, Prefeitura de Piracicaba (SP) e Guarda Civil nesta quinta-feira (02), vistoriou “ferros-velhos” em quatro bairros da cidade. O objetivo é reprender crimes patrimoniais de furto e receptação de materiais ferrosos, oriundos de fiação elétrica.

Foto: Divulgação

Segundo nota enviada ao PIRANOT, os alvos de hoje ficam nos bairros Matão, Vila Cristina, Bairro Verde e Jardim Monte Cristo. “As dependências foram checadas, assim como todo o acervo encontrado nos chamados “ferro velho”. Nas oportunidades desta data não foram localizados materiais contra os quais pudessem ser imputadas condutas ilícitas correspondentes.”, diz o documento.

Além da Polícia Civil e Guarda Civil, “as diligências foram acompanhadas de fiscais da Secretaria Municipal de Finanças (Divisão de Fiscalização de Atividades e Indústrias), que tiveram a oportunidade de checar a documentação regular de funcionamento dos estabelecimentos vistoriados, na esfera da competência do órgão respectivo.”.

A nota diz que “foi elaborado também uma notificação de infração em desfavor de um deles.”, mas não detalha a motivação. “Embora nesta data não tenha ocorrido nenhuma apreensão de material, a Polícia Civil vem desenvolvendo trabalho específico de investigação, no qual objetos localizados nas outras oportunidades em estabelecimentos dessa natureza têm sido submetido a investigação de suas origem e eventuais ocorrências que possam guardar correspondência com suas respectivas localizações.”, encerra o documento.

Foto: Divulgação

Segundo assalto na semana

Na madrugada de hoje, a Estação Elevatória de Água Tratada (EEAT) do Kobayat Líbano, uma das unidades do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) foi invadida e furtada pela segunda vez, em uma semana. Desta vez, os criminosos invadiram a estação quebrando a janela do banheiro, danificando o sanitário, foram furtados os cabos de alimentação de energia elétrica dos motores da estação.

Foram levados cerca de 90 metros de cabo flexível de 70 mm e seis terminais de compressão de 70 mm, totalizando um prejuízo de R$ 5.800. Com isso, os bairros Novo Horizonte, São Jorge, Água das Pedras e toda a região do Nova Suíça, Volta Grande e Água Bonita tiveram o abastecimento prejudicado.

O último furto na EEAT Kobayat Líbano ocorreu na última quinta-feira, dia 24. O prejuízo foi avaliado em R$ 6.000. No sábado, dia 27, outro furto, desta vez na unidade de Tanquinho, o prejuízo foi de R$ 1.300, conforme Boletim de Ocorrência.

“É lamentável a ocorrência desses furtos, deslocar equipes e repor material só prejudica o erário público, além de desabastecer os usuários”, declara Maurício André Marques de Oliveira, presidente do Semae.

Em outubro, a Casa de Bombas do Semae na Pauliceia, foi furtada duas vezes na mesma noite. Foram levados cabos da entrada de energia, o que causou o desabastecimento em cerca de 20 bairros.

Aproximadamente 15 dias depois, criminosos furtaram cabos e sensores do sistema de telemetria dos reservatórios de água do bairro Boa Esperança. Porém, a equipe de operadores do Semae percebeu a perda do sinal de nível do reservatório e, imediatamente, foi feita a reposição do sensor, evitando desabastecimento.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também