Desesperada, mãe de copiloto de 20 anos aluga barco para tentar localizar avião que caiu no mar

Desesperada, mãe de copiloto de 20 anos aluga barco para tentar localizar avião que caiu no mar

Em entrevista para a TV Rio Sul, a mãe do copiloto do avião que partiu de Campinas (SP) e caiu no mar entre São Paulo e Rio de Janeiro, contou que alugou um barco para tentar achar o filho, de 20 anos, e os demais tripulantes. Todos seguem desaparecidos.

Copiloto José Porfírio de Brito Júnior – Foto: Divulgação

Segundo a mãe, ela acompanhava o percurso da aeronave que decolou às 20h30 de ontem (24), quando, 21h10, o mesmo parou de emitir sinais de localização para a torre. Ela tentou acionar ajuda, porém só conseguiu às 03h da manhã de hoje. Marinha, Capitania dos Portos e bombeiros fazem buscas em um trecho que começa em Ubatuba (SP), passa por Paraty (RJ) e termina em Trindade (RJ). Ainda segundo a mãe, o avião pousaria em Jacarepaguá, zona oeste do Rio.

Thalya Viana, namorada do copiloto José Porfírio de Brito Júnior, de 20 anos, falou com o “Bom dia Rio” e reclamou da demora das buscas. “Estamos desde 21h tentando conseguir qualquer informação. A primeira informação que nós tivemos foi que o avião caiu, depois a informação era que caiu, mas que eles já tinham sido resgatados, depois a informação foi que não caiu, que eles fizeram um pouso forçado por perda de motor, e o pouso foi entre Ubatuba e Trindade, e que eles teriam sido resgatados. Só que eles não foram resgatados. A gente ligou para todos os hospitais próximos ao local, e ele não deu entrada — nós procuramos pelo nome, pelo CPF, tudo”, disse.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também