Morte da cantora Marília Mendonça em acidente aéreo completa uma semana hoje (12)

Morte da cantora Marília Mendonça em acidente aéreo completa uma semana hoje (12)

A investigação ainda está em andamento. Cenipa confirmou que a aeronave não tinha caixa-preta

O acidente aéreo que matou a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas completa uma semana nesta sexta-feira (12). A investigação ainda está em andamento. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) confirmou que o avião não tinha caixa-preta.

Segundo informou o G1, a perícia na área do acidente foi finalizada na tarde do último sábado e a aeronave já foi levada ao Rio de Janeiro para análise. Agora, os próximos passos incluem ouvir as testemunhas oculares dos instantes que precederam a queda.

As amostras do material genético das vítimas foram enviadas ao Instituto Médico Legal (IML) em Belo Horizonte para exames toxicológicos. A previsão é que o inquérito seja concluído em 30 dias.

O acidente aconteceu na zona rural de Caratinga, a cerca de 300 km de Belo Horizonte. A aeronave atingiu um cabo da torre de distribuição da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e perdeu sustentação, o que teria levado à queda.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também